Alimentação

Cloreto de Magnésio: É Realmente Tudo o que Falam?

O magnésio é um dos minerais mais importantes do seu corpo, sendo usado por quase todas as células e órgãos, especialmente seu coração, músculos e rins. É muito comum a sua deficiência, por isso recomendo quase sempre uma suplementação, pois através da alimentação é muito difícil ter níveis adequados.

Frequentemente sou questionado sobre o que acho do cloreto de magnésio, e muitos me referem um resultado surpreendente em termos de eficácia e potencia.

Será realmente a melhor forma de magnésio para a sua saúde?

Comparando o cloreto de magnésio com outras formas deste mineral, como óxido de magnésio e citrato de magnésio, ele é o que tem mais baixa concentração de magnésio elementar.

O que é cloreto de magnésio?

O cloreto de magnésio é um composto inorgânico de ocorrência natural que é composto de um magnésio e dois íons de cloreto.

Foi utilizado pela primeira vez como anti-séptico, pelo cirurgião francês Pierre Delbet, para aplicação medicinal durante a Primeira Guerra Mundial.

Atualmente, o cloreto de magnésio é usado como um suplemento para prevenir a deficiência mineral e promover melhor saúde geral.

Apesar do suplemento de cloreto de magnésio só conter 12% de magnésio elementar, ele é muito bem absorvido, melhor que alguns dos outros suplementos de magnésio.

Benefícios do Cloreto de Magnésio

1) Estimula a produção de ácido clorídrico no estômago.
2) Melhora a digestão
3) Promove sono mais reparador
4) Melhora a saúde cardíaca
5) Combate os radicais
6) Otimiza a função cerebral, muscular e nervosa
7) Promove relaxamento mental e físico
8) Fortalece estrutura óssea
9) Melhora a sensibilidade à insulina
10) Reduz a glicemia
11) Melhora a resposta imunológica
12) Age preventivamente reduzindo episódios de enxaquecas
13) Evita formação de cálculos renais
14) Alivia os sintomas de depressão

Dosagem recomendada para suplemento de cloreto de magnésio

Isso pode variar para cada pessoa.

Converse com o seu médico para descobrir a quantidade específica de cloreto de magnésio que você precisa tomar.

De forma geral, a dose recomendada de cloreto de magnésio é de 500 miligramas (mg), que contém cerca de 64 mg de magnésio elementar, a ser ingerido oralmente uma vez por dia.

Procure tomá-lo logo após uma refeição para reduzir os efeitos colaterais que pode causar.

Efeitos colaterais do cloreto de magnésio

O efeito mais frequente quando usado em excesso é ter o intestino solto ou diarreia.

Reações muito raras incluem reações alérgicas, como erupções cutâneas, desconforto gástrico e tontura.

Quando evitar o cloreto de magnésio

  • Diarreia pré-existente
  • Distúrbios renais, especialmente insuficiência renal
  • Colite ulcerativa

Interação medicamentosa com o cloreto de magnésio

  • Antibióticos, especialmente a Tetraciclina
  • Digoxina

Se você está tomando algum dos medicamentos mencionados acima, certifique-se de falar com seu médico antes de usar cloreto de magnésio para determinar se é adequado para sua condição.

Fonte alimentar de magnésio

Apesar de termos deficiência de magnésio significativa nos solos brasileiros, é sempre importante priorizar a alimentação que possa ajudar, além do uso de suplementos se for o caso.

As melhores fontes de magnésio são:

  • Espinafre, brócolis,couve, couves de Bruxelas, acelga, algas de ágar secas e nabos
  • Abacates, abóbora e cacau orgânico
  • Salmão selvagem do Alasca

O melhor suplemento de magnésio: Magnésio Threonato

Apesar do cloreto de magnésio ser comprovadamente efetivo, não é o melhor suplemento de magnésio no mercado.

A vantagem do magnésio threonato é que tem maior capacidade de penetrar nas membranas celulares, incluindo as mitocôndrias, o que resulta em maiores níveis de energia.

Além disso, atravessa a barreira hematoencefálica, o que pode ajudar a melhorar sua memória.

Não tem um efeito laxante, o que permite aumentar a dosagem sem comprometer a parte intestinal.

Porém, se você ainda está considerando o cloreto de magnésio como um possível suplemento, lembre-se de manter na dosagem adequada.

Referências bibliográficas:

  • Ancient Minerals, Magnesium Chloride
  • Pub Chem, Magnesium Chloride
  • Chemistry World, Magnesium Chloride
  • Natural News, The Best and Worst Forms of Magnesium to Take as a Supplement
  • Stepto Health, 18 Incredible Benefits of Magnesium Chloride
  • Magnesium Research, 2008 Dec;21(4):218-23
  • Diabetes, Obesity and Metabolism, 2011 Mar;13(3):281-4 doi: 10.1111/j.1463-1326.2010.01332.x.
  • Medscape, Magnesium Chloride
  • WebMD, Magnesium Chloride Side Effects
  • WebMD, Magnesium Chloride Interactions
  • GB Health Watch, Magnesium
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 300 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre saúde e alimentação!
Conquiste uma super saúde agora!
(É GRÁTIS)
QUERO RECEBER
close-link

Cloreto de Magnésio: É Realmente Tudo o que Falam?