Alimentação

Ciberagricultura: Solução ou Problema?

Cientistas do Massachusetts Institute of Technology, o prestigiado MIT, acabam de anunciar que criaram o “manjericão mais gostoso já produzido”. Esse é o tipo de afirmação que nos deixaria de cabelo em pé, pois a primeira coisa que imaginamos são as experiências com alimentos transgênicos…

Mas, nesse caso, não houve nenhuma manipulação genética. Na verdade, os pesquisadores usaram algoritmos de computador para determinar as melhores condições de plantio para otimizar a concentração de moléculas que dão o sabor à planta.

Ou seja, eles usaram inteligência artificial e dados em computador para estabelecer a forma ideal de plantio, luz, umidade e nutrição para o manjericão. Depois, as ervas foram criadas em containers, em um ambiente controlado.

Calbe Harper, o principal pesquisador envolvido no projeto, já anunciou que são os primeiros passos do que chama de ciberagricultura. Segundo ele, o objetivo é projetar uma tecnologia de código aberto que possa ser aplicada à pesquisa agrícola:

“Estamos realmente interessados em construir ferramentas em rede que possam levar a experiência de uma planta, seu fenótipo, o conjunto de tensões que ela encontra e sua genética, e digitalizar isso para permitir entender a interação planta-ambiente”.

Será que a ciberagricultura vai nos livrar dos transgênicos?

É evidente que esse conceito é diferente dos transgênicos, nos quais o DNA da planta é modificado para alterar sua resistência contra pragas e pesticidas. No caso comentado hoje, trata-se na verdade da criação de plantas em cultivo hidropônico e em estufas.

Esse tipo de plantação não é novidade. A diferença, no caso citado, é que os softwares desenvolvidos encontram a melhor forma de promover esse cultivo. No futuro, isso até pode vir a ser uma opção para a produção de vegetais, mas essa tecnologia está apenas no seu início.

É importante lembrar ainda que não se trata de vegetais orgânicos., esses sim a melhor opção para a saúde. Nesse processo, a planta se desenvolve nas condições ideais da natureza: nem o ambiente e nem seus genes sofrem interferências artificiais.

Portanto, dê sempre preferência a eles. Alimento natural é o melhor que você pode oferecer para sua família. Pode apostar!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *