CBD: O Poderoso Remédio Natural para Doenças Autoimunes

Convivemos hoje com mais de 80 tipos diferentes de doenças autoimunes e, infelizmente, a medicina moderna não tem a solução completa para isso.

Essas condições ocorrem quando seu sistema imunológico começa a atacar seu próprio corpo em vez de agir contra agressores externos como vírus, bactérias, ou o que é muito comum hoje, agentes xenobióticos – aqueles criados pelo homem e que nunca existiram na natureza.

O nosso sistema imunológico é extremamente desafiado e prejudicado, por ser exposto a tóxicos como metais pesados, pesticidas perigosos, desreguladores hormonais, entre outros, que danificam as células, gerando radicais livres.

Normalmente, com o uso dos tratamentos com medicamentos para aliviar os sintomas, só se ataca as consequências, deixando-se de abordar a origem dos problemas. 

Assim, muitas vezes há necessidade do uso de imunossupressores, o que torna o organismo mais vulnerável a infecções importantes e até ao câncer.

Nestes casos, o canabidiol (CBD) tem se mostrado altamente eficiente, de acordo com estudos recentes. 

Ações do CBD no tratamento de doença autoimune

Apresentam três ações que se potencializam, a saber:

  1. Age como um adaptogênico, reequilibrando o sistema imunológico.
  • Reduz a produção de células T, suprimindo a memória do sistema imunológico, o que evita futuros ataques autoimunes. 
  • Aumenta a expressão de genes que controlam a oxidação, reduzindo a lesão celular produzida por ataques autoimunes.
  • Ação anti-inflamatória por duas vias, neutralizando a proteína interleucina-2 e por outro lado aumentando a interleucina-10.

O que os estudos têm mostrado

– Rheumatology 

Durante cinco semanas, 58 pacientes com artrite reumatoide que usaram CBD apresentaram redução da inflamação e dor.       

– European Journal of Pain

No período de quatro dias, os pesquisadores usaram em ratos com artrite severa gel tópico contendo CBD. Houve uma redução de 47% no edema articular, inflamação e dor.

– Neurology

Uma revisão de meta análise de estudos de pesquisadores do Centro de Esclerose Múltipla da Universidade de Rochester, em Nova York, mostrou que CBD promoveu redução da dor e espasticidade em 77% dos pacientes com esclerose múltipla.

– Clinical and Experimental Rheumatology

102 pacientes com fibromialgia foram acompanhados por seis meses enquanto faziam uso CBD. No final do estudo, 33% dos participantes apresentaram melhoras importantes quanto a dor, fadiga e rigidez. E quase 50% conseguiram interromper ou reduzir o uso de analgésicos.

– Israel Medical Association Journal

Pesquisadores israelenses acompanharam 30 pacientes com Doença de Crohn durante três anos, os quais não respondiam adequadamente aos tratamentos convencionais. Com a associação de CBD, 60% deles relataram redução e sintomas como diarreia, dor, perda de peso e fadiga. A maioria desses pacientes tinham indicação cirúrgica, mas somente dois pacientes precisaram desse procedimento nesse período.

Portanto, se você tem sofrido com as doenças autoimunes e seus sintomas, vale a pena ficar de olho nisso. Converse com seu médico sobre o assunto!

Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link