Fibromialgia: Uma dor real

Estimativas alertam que cerca de 4% da população seja afetada pela fibromialgia, sendo que em cada 10 casos acometidos 9 são em mulheres.Os principais sintomas relatados por pacientes que sofrem com a fibromialgia são a sensação de sensibilidade, rigidez muscular (muitas vezes insuportável) e dores em várias partes do corpo. É comum também apresentarem cansaço, depressão e distúrbios gastrointestinais.

22 condições… Só 1 causa

O segredo de uma cura milagrosa que poucos conhecemTente desvendar o seguinte enigma: três pacientes vão ao médico. Um apresenta arritmia cardíaca; outro está com enxaqueca e o terceiro reclama de crise de asmática. Para os três foi dado o mesmo tratamento e todos apresentaram uma rápida recuperação.

Cuidado com a Homocisteina. Um perigo para Alzheimer!

Homocisteína elevada é inimiga da boa performance cognitiva e da memória. Estudos recentes têm comprovado o quanto o excesso desse aminoácido pode ser destruidor e facilitar a ocorrência de demências senis como o Alzheimer.E basta um simples exame de sangue para facilitar o tratamento preventivo, feito com vitaminas B12, B6 e ácido fólico. Até 10 umol/l o índice é considerado normal. Acima disso, crescem os riscos de comprometimento dos vasos sanguíneos.

Esqueça tudo o que você já leu sobre Doença de Alzheimer e preste atenção nessa história real

Veja como uma médica conseguiu reverter, em aproximadamente um mês, a doença de seu marido e inspire-se!Só quem conhece alguém que sofre com a Doença de Alzheimer é capaz de mensurar a dor que se sente ao perceber que aos poucos uma história vai sendo apagada, sem deixar vestígios. E isso não se trata de uma dor física, mas uma dor emocional, que toma conta da gente e nos deixa impotentes diante de uma situação tão difícil.

Será a doença de Alzheimer o diabetes tipo 3?

Baixos níveis de insulina – hormônio que transporta o açúcar para dentro das células – no cérebro podem levar ao desenvolvimento do mal.Pessoas com diabetes tipo 2 com resistência à insulina estão mais propensas a desenvolver placas no cérebro que estão associadas à doença de Alzheimer. Um estudo observou 135 idosos que foram monitorados por dez a 15 anos. Depois de sua morte, foram feitas autópsias de seus cérebros. Os resultados apontaram que 16% desenvolveram Alzheimer antes de morrer, tendo sido encontradas placas em seus cérebros, mas se observou também que os indivíduos que tinham hiperglicemia quando vivos apresentavam essas placas. Placas foram encontradas em 72% das pessoas com resistência à insulina e em 62% daqueles que não apresentavam resistência ao hormônio, segundo os pesquisadores.

Menopausa Masculina pode trazer várias doenças!

Falta de Tratamento é o Maior Problema da Menopausa MasculinaVocê sabia que um em cada dez homens sofre com a baixa de testosterona? Com certeza você conhece alguém que está nessa estatística! Para piorar um pouco mais, a Síndrome de Deficiência de Testosterona (SDT) está longe de ser uma das maiores preocupações dos clínicos gerais. O que é um absurdo!

Vitamina E de qualidade NÃO está relacionada com câncer de próstata!

Embora a mídia aponte ligação entre esse tipo de câncer e a vitamina E, não informou que a vitamina usada na pesquisa era tóxica.Muitas informações por aí não são confiáveis e isso não deve surpreender ninguém. Num mundo que já perdeu a noção do valor da vida, o pouco caso com a formação de profissionais é fenomenal! Em qualquer área do conhecimento. Agora, pesquisadores afirmam que vitamina E400 iu aumenta risco de câncer de próstata em 17%. E a mídia não divulgou, por desinteresse ou ignorância, que a vitamina E usada era sintética, um derivado petroquímico que tem efeito tóxico conhecido.

Frutose: Um Risco para a Diabetes

Evitar o consumo de frutose pode ajudar você a evitar o diabetes e melhorar a sua qualidade de vidaO diabetes tem se apresentando como uma das doenças que mais tem atacado a população. Por isso, toda atenção e cuidado na prevenção e tratamento deste mal é algo fundamental para a manutenção da qualidade de vida.

Diabetes: ou a medicina revê seus tratamentos ou perde a guerra!

Nesta semana, o combate ao diabetes tipo 2 não passa em branco. Eu pergunto: será que estamos tratando o problema da forma certa?A resposta é não. Acumulam-se as evidências de que certas medicações amplamente usadas não fazem efeito e, pior, agravam a doença. A história de medicamentos vilões não é nova. O Viox é um exemplo clássico da medicina convencional que não deu certo. Era mais bandido que mocinho, complicou a saúde de muita gente. E inúmeros outros remédios, para diferentes doenças, simplesmente não estão funcionando.

Tire suas dúvidas sobre diabetes

Falta de informações corretas pode dificultar o tratamento.Por mais que a diabetes seja uma doença cada vez mais comentada, muito do que ouvimos falar sobre ela pode estar incorreto. Há uma enorme quantidade de desinformação circulando sobre essa doença epidérmica. Infelizmente, essa confusão faz com que uma boa parte das pessoas com diabetes não tenham noção do que fazer para reverter o problema e, o mais preocupante, muitas pessoas nem sabe que tem a doença. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde aproximadamente 50% da pessoas com diabetes do tipo 2 não sabe que tem consciência que tem diabetes.

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER
close-link

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER
close-link