Cirurgia gástrica apresenta tantos riscos quanto remédios emagrecedores

Redução de estômago pode trazer mais complicações que outros tipos de cirurgiasO reinado dos remédios para emagrecimento certamente está com os dias contados, pois a ANVISA, apesar da resistência médica das últimas semanas, deve adotar a mesma medida que vigora nos Estados Unidos e Europa, onde os medicamentos para emagrecer que atuam no sistema nervoso central, como a sibutramina e os derivados de anfetamina (Femproporex, Dietilpropiona e Manzidol) estão proibidos. Mesmo que a proibição dos remédios para emagrecer ainda não esteja concretizada, o próximo falso amigo do emagrecimento saudável já pode ser nomeado: a cirurgia gástrica. Nos Estados Unidos, já houve uma ampliação do acesso à cirurgia para emagrecer, aonde o FDA aprovou a redução do peso mínimo para candidatos à banda gástrica.

A armadilha do efeito ioiô

Ao ignorarem as particularidades de cada pessoa, as fórmulas e dietas prontas para emagrecer acabam mirando em um alvo e acertando no seu oposto. Criadas com a intenção de servir para todo mundo, elas não atuam sobre situações específicas da bioquímica de cada um nem se voltam individualmente para a correção de hábitos alimentares. O resultado é que, apesar do efeito no curto prazo, acabam não sendo mantidas por longos períodos… E aí, os ponteiros da balança sobem novamente – quase sempre, em velocidade assustadora.É o famoso efeito ioiô, bem conhecido de quem costuma tentar toda nova dieta que surge. Além da frustração de recuperar os quilos perdidos, o movimento de engordar e emagrecer sobrecarrega a musculatura cardíaca e articulações, enfraquece as fibras de colágeno e aumenta a flacidez. É pior do que manter o peso estável, ainda que acima do ideal.

Novas armas contra o excesso de peso

A luta contra o excesso de peso já dispõe de técnicas para eliminar cerca de 10 quilos em trinta ou quarenta dias. São as injeções subcutâneas semanais de microdosagens de hCG (hormônio gonadotrófico coriônico humano) e injeções intradérmicas ou intravenosas de extrato placentário. Essas aplicações são indicadas para pessoas de qualquer idade, com exceção do hCG, que é desaconselhável para meninas.Existe ainda uma versão originária das células de ovário de mamíferos (hamster chinês), e outro produto, semelhante ao hCG, mas produzido em laboratório. Embora ainda não se saiba exatamente como funcionam, acredita-se que todos eles atuem reduzindo a fome, aumentando a massa muscular, mobilizando e redistribuindo a gordura corporal. Usados em pequenas doses e sob controle médico, esses produtos não apresentam riscos para a saúde nem causam os efeitos colaterais das altas doses empregadas nos tratamentos para infertilidade. Mas, claro, como em qualquer programa de emagrecimento, a dieta continua sendo fundamental para a obtenção de bons resultados e o desenvolvimento de novos hábitos alimentares que ajudem a manter o peso após o tratamento.

Bem-estar, menos peso com mais saúde e energia

O apelo de perder peso rapidamente pode ser uma armadilha perigosa quando o equilíbrio do organismo é ameaçado por mudanças radicais do metabolismo e de sua química natural.Polêmica, a dieta pró-gordura, que conquistou adeptos famosos no Brasil dos anos 80, saiu do baú e voltou à mídia. O motivo foi a divulgação de recentes estudos das universidades de Washington e do Colorado, EUA, atribuindo-lhe benefícios como maior emagrecimento, menor recuperação dos quilos perdidos, melhores taxas do chamado colesterol bom e diminuição dos níveis de triglicérides. Falta ainda pesquisar seus efeitos sobre os rins e o fígado.

Mulheres em boa forma

Pela primeira vez, uma pesquisa de peso mostra o quanto elas devem se exercitar para viver mais e melhor.Mais de 5.700 mulheres, com idade acima de 35 anos, submeteram-se a testes de estresse com exercícios. Nenhuma delas apresentava histórico de doenças cardíacas. O resultado dos testes, avaliado por especialistas que acompanharam essas mulheres por 8 anos, apontou interessantes conclusões.

Já existe a droga que emagrece

Alguns casos de gordura resistente a dietas e exercícios podem ser tratados com sucesso, mas os resultados não são definitivos.Essa droga respeitável, a Rimonabant, faz perder cerca de 9 quilos em 1 ano, reduz 8 cm nas medidas, baixa em 13% os níveis de triglicérides e aumenta o bom colesterol (HDL) em 23%. Também diminui a inflamação de artérias, o que é constatado pela redução da proteína C reativa no sangue, e melhora a síndrome metabólica, que sinaliza risco de diabetes. A função primária do Rimonabant é suprimir a fome, o desejo de fumar e evitar que células gordurosas formem tecidos gordurosos. Os efeitos colaterais incluem possíveis tonturas, náuseas, ansiedade, irritabilidade e depressão, um preço razoável para quem, por razões de saúde, tem problemas em exercitar-se e seguir uma dieta alimentar.

Dieta saudável precisa de gordura

Não é de hoje que as gorduras estão na mira dos especialistas em saúde, especialmente a saturada. Acreditava-se que induziam aumento de peso, doenças cardiovasculares e diabetes. Rea-bilitada por pesquisas que afirmam seu insignificante papel em eventos desse tipo, a gordura saturada chegou à glória quando, recentemente, o American Journal of Clinical Nutrition admitiu não ser possível uma nutrição adequada sem sua participação. Inclua gordura normalmente na alimentação. Prefira óleos vegetais como os de oliva extra-virgem, de coco ou de linhaça não refinado. Para frituras ocasionais, o mais indicado é usar gordura animal. Evite as hidrogenadas e os óleos poliinsaturados.Saturada de boas coisas

A dieta certa para você

Tipo metabólico determina a alimentação que dá mais energia e saúde.Cerca de 1 h depois de se alimentarem, muitas pessoas que seguem uma dieta saudável sentem fome, desejo por doces, queda de energia, uma leve depressão, nervosismo, irritação ou raiva. Elas não conseguem entender porque isso acontece, principalmente as que já aboliram junk food. Pois saiba que você pode comer alimentos de alta qualidade em termos nutricionais e, mesmo assim, sentir-se indisposto e continuar a sofrer com diversos problemas de saúde. A resposta pode estar contida numa simples questão de proporções: a combinação entre as quantidades de proteínas, carboidratos e gorduras talvez não seja a ideal para você. Cada pessoa tem um tipo de metabolismo e, por isso, o que funciona para uns pode não ser o melhor para outros. Se você está interessado em otimizar sua saúde, pêso e energia, e ainda evitar o envelhecimento precoce, deve alimentar-se de acordo com as necessidades do seu tipo metabólico.

Firmicutes e bacteriodetes

Não são animadoras de programas de tevê, apenas bactérias intestinais que têm papel promissor na luta contra a obesidade.Firmicutes e bacteriodetes atuam no processo digestivo de alguns animais e já criaram fama por conta de uma nova teoria que tenta ligá-las à obesidade. Para os pesquisadores, quando estão em desequilíbrio, havendo predominância das firmicutes, é certo que haverá aumento de peso.

Como emagrecer e manter-se magro

Se fosse fácil, as pessoas não viviam retornando a dietas. E cada vez que o fazem sentem maior dificuldade para emagrecer. Quando heroicamente alcançam o resultado desejado, começa outra batalha: manter o peso.Por que isso acontece e qual o caminho para uma dieta sem sofrimento, com a perspectiva de manter o peso depois, são questões que encontram uma resposta na medicina preventiva molecular.

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER
close-link

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER
close-link