Carne Moída: Boa ou Ruim?

Muitos conhecem a carne moída como uma carne “mais barata”, indicada para quando a situação financeira não está assim tão boa… E também por isso, ela acaba às vezes sendo alvo de controvérsias quando o assunto é saúde. Mas afinal, faz mal ou faz bem?

O primeiro ponto que tem que ficar claro é que o importante não é se ela e moída ou não… Mas sim a procedência da carne que você está comprando. Quando o açougue faz um anúncio simples com o nome “carne moída”, sem nem especificar de qual tipo de carne está falando, desconfie.

Será que não se trata de carnes que estão tendo “pouca saída” ou até mesmo de uma mistura de diferentes peças que você nem sabe quais são? É claro que, nessa hora, vale também sua confiança no local em que faz a compra e uma boa conversa com o açougueiro sempre é uma boa ideia.

Carne moída ou não, lembre-se: carne a pasto é a melhor

Agora, o que você precisa ficar atento é se a carne que está comprando é de animais que foram criados livres pastoreando. Felizmente, no Brasil, a maior parte é desse tipo, mas é sempre bom confirmar.

Animais que vivem em confinamento e/ou são alimentados com ração e grãos geram carne de má qualidade, menos nutritiva e com maior risco de esconderem antibióticos, usados para manter os animais saudáveis nessas condições que não são de sua natureza.

Por outro lado, a carne de animais a pasto é rica em:

  • Betacaroteno
  • Vitaminas B1 (tiamina), B2 (riboflavina) e E
  • Minerais como cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio e zinco
  • Ácido linoléico conjugado (CLA), um potencial combatente do câncer
  • Ácido vaccênico que pode ser transformado em CLA
  • Ácidos graxos ômega-3 e mantém uma proporção saudável de gorduras ômega-6 e ômega-3

Então, se você optar por comprar carne moída, pense nisso! Outra dica é sempre escolher a carne fresca e pedir para que seja moída na hora. Desse jeito você terá certeza do que está comendo, seja em qualquer “formato”.

Referências bibliográficas:

  • Livro Sinal verde para a carne vermelha. Editora Gaia
  • Scientific American February 17, 2015.
  • Clinical Infectious Diseases 2011 May; 52(10):1227-30.
  • JAMA Internal Medicine September 16, 2013.
  • University of Iowa January 23, 2009.
  • Gastroentorology 2013 Jun;144(7):1394-1401.
  • Oregon State University Press Release September 16, 2013.
  • Nature September 16, 2013.
  • Science News November 14, 2014.
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link