Prevenção

As Redes Sociais podem Prevenir o Câncer?

Certas coisas podem fazer malou bem, dependendo da forma como você as usa. O que difere um remédio de um veneno muitas vezes é a dose… Parece que com as redes sociais acontece o mesmo.

Elas podem ser uma influência negativa, conforme já mostrei por aqui… Pesquisas já apontam que amigos que postam sobre hábitos ruins para a saúde nas redes sociais provocam, da mesma forma, sensações negativas nas outras pessoas. Mesmo à distância!

Isso sem falar, é claro, no vício digital, que leva muitos ao isolamento social, estresse, ansiedade e outras doenças do mundo moderno. Todas presentes naquelas pessoas que não conseguem se desconectar.

Por outro lado, já se confirmou que para alguns idosos, a conexão às redes sociais pode minimizar quadros depressivos. Principalmente para os que têm dificuldades de locomoção…

Ou seja, quando usadas para o bem, as redes sociais podem fazer uma grande diferença! Agora, veja esta nova pesquisa…

Redes sociais e prevenção do câncer

Um grupo de monitoramento anticâncer do estado do Colorado, nos Estados Unidos, notava dificuldades em promover ações de conscientização sobre a doença.

A necessidade era de lembrar as pessoas de atitudes e exames que as ajudam a se prevenir. Então eles pensaram: por que não usar as redes sociais?

Mas não foi só isso. Além da publicidade no Facebook, eles fizeram anúncios no rádio, enviaram mensagens de celular e distribuíram flyers, todos convidando a se inscreverem no programa de prevenção, que de tempos em tempos alerta para a necessidade de exames preventivos.

Os melhores resultados vieram da rede social. 96% das pessoas que tiveram contato com os anúncios e fizeram inscrição, se mantiveram no programa. Isso aconteceu até na zona rural, justamente onde há menos informação desse tipo.

Os pesquisadores acreditam que como a internet hoje está em quase todos os lugares, essa estratégia de divulgação de saúde nas redes sociais é uma boa saída para conscientizar as pessoas, mesmo em locais mais distantes.

Fica então mais um bom exemplo de como utilizar as redes sociais e a internet para obter informações sobre saúde. Aliás, o fato de você estar lendo este artigo agora é mais uma prova disso. Ponto para você! Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *