Alimentação

Arroz: Comer ou Não? Qual o Melhor?

Todas as vezes que comento que comer grãos faz muito mal para a sua saúde – e isso é a mais pura verdade – eis uma dúvida que surge: e o arroz? É bom ou ruim? É evidente que esse é um questionamento importante, visto que ele é um dos alimentos mais consumidos pelos brasileiros…

Então, a primeira coisa que você deve ter em mente é isso: grãos não fazem bem pra você. As plantas têm uma toxina natural, produzida por elas para evitar que sejam comidas pelos seus predadores.

Um exemplo são as lectinas, que agem como antinutrientes, interferindo na atividade de absorção e digestão, alterando o equilíbrio da flora bacteriana e causando problemas com o metabolismo normal do trato digestivo. Mas, quando o assunto é arroz, é preciso estar atento ao detalhe a seguir.

Arroz branco ou integral?

Você já deve ter ouvido falar bem do arroz integral, que ele é melhor por conter mais fibras, demora mais para ser digerido etc. O problema é que é justamente o integral que tem mais toxinas, como as lectinas.

Já o arroz branco carrega menor número delas, que são em sua maioria destruídas durante o cozimento. Nesse sentido, o arroz branco é mais adequado para consumo do que o integral.

Mas há ainda outro problema, diferente das toxinas naturais das plantas… As toxinas da poluição!

Cuidado com o arsênico

O arsênico é uma substância altamente tóxica presente na água, ar e solo, devido à poluição industrial e uso de pesticidas nas plantações. Acontece que pelas suas condições de crescimento e fisiologia, o arroz chega a ter cerca de 10 vezes mais arsênico do que outros grãos.

Em alimentos como arroz, farinha de arroz, bolachas, massas e cereais matinais, a concentração normalmente excede 100 partes por bilhão, o que a longo prazo pode causar:

  • problemas gastrointestinais;
  • fadiga crônica;
  • descoloração de pele;
  • diabetes;
  • câncer;
  • hipertensão arterial;
  • problemas reprodutivos.

Se você acredita que pode estar com excesso de arsênico no organismo, converse com seu médico sobre fazer um exame de Perfil de Metais Tóxicos para determinar se há concentração.

Então, o que fazer?

Eu sei que o arroz é um alimento típico e muito consumido no Brasil. A questão é que, ainda que você tenha a certeza de estar consumindo um arroz branco livre de contaminação, é preciso lembrar que estamos falando de um carboidrato…

Eles alteram sua sensibilidade à insulina, podendo levar ao aumento de peso e, a longo prazo, até à diabetes. A opção que sempre comento é se alimentar como nossos ancestrais, priorizando gorduras, muitos vegetais, proteína moderada e carboidrato virtualmente zero.

É a chamada Dieta Keto, que promove mais saúde além de ajudar no emagrecimento. Que tal experimentar? Por aqui você encontra todas as informações que precisa para começar. Aproveite e tenha uma Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *