Alimentação

Alcachofra: a Maravilha Mediterrânea que Previne o Câncer

A alcachofra (Cynara cardunculus) é uma inflorescência muito típica da região mediterrânea, onde se originou. Durante o império romano se tornou escassa, mas logo retornou à Itália, que hoje produz mais de 400 mil toneladas por ano. A partir do século 19 chegou às Américas com os imigrantes, onde passou a fazer parte da alimentação até a atualidade.

Como tem uma boa quantidade de fibras, ajuda na redução do colesterol, melhora a digestão, reduz a pressão arterial e a glicemia. Mas tem muito mais benefícios

A alcachofra contém:

  • Cinarin – substância que aumenta a produção de bile, consequentemente ajudando na regulação do colesterol.
  • Silimarina e luteolina – importantes protetores contra cirrose hepática não-alcóolica e vários tipos de câncer.
  • Vitamina C – antioxidante protetor celular contra danos gerados pelos radicais livres.
  • Vitamina K e folato.
  • Boas quantidades de fósforo, magnésio, cobre, potássio e manganês.

Alcachofra e proteção anticâncer

Uma das mais incríveis propriedades da alcachofra, que merece ser destacada, é sua proteção contra o câncer. O antioxidante silimarina é um forte agente anticancerígeno e quimiopreventivo.

Já a luteolina protege contra tumores de mama, induzidos por progesterona, além de aumentar a taxa de apoptose ou morte celular programada de células cancerosas.

Estudos também mostram que a luteolina reduz o risco de câncer de mama triplo negativo (NTBC), conhecido por metastizar rápido e ser extremamente fatal. Também é eficaz contra leucemia, câncer de tireoide, pulmão, cólon e de próstata.

Então, se você quer se manter mais saudável, longe do risco de câncer, com o colesterol, pressão e glicemia em níveis adequados, que tal colocar a alcachofra na sua alimentação? Faça do alimento seu remédio. A prevenção é a melhor medicina!

Referências bibliográficas:

  • Major Food And Agricultural Commodities And Producers – Countries By Commodity”. Fao.org. Archived from the original on 2013-01-14. Retrieved Feb 20, 2017.
  • Breast Cancer: Targets and Therapy, 2016; Vol. 9: 9.
  • Recent Res Devel Cancer, 2000;2:305-317.
  • Toxicology, 2005; 212(2-3): 155-64
  • Mol Cell Biochem., 2005; 276(1-2): 31-7
  • https://www.drrondo.com/frutose-cirrose-hepatica-nao-alcoolica/

 

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *