A Vitamina do Bebê Genial

Se você está grávida, já deve ter ouvido falar muito do quão importante é manter sua alimentação em dia.

Vitaminas, minerais e outros nutrientes são fundamentais nessa fase, pois o desenvolvimento do seu bebê depende deles.

A frase “você está comendo por dois” é uma realidade!

E mais… Você não precisa só “comer por dois”, mas também “obter vitaminas por dois!”

E não é só devido ao desenvolvimento fetal.

As pesquisas mais recentes demonstram que uma boa nutrição nessa fase tem resultados anos depois, quando seu bebê já se tornou uma criança que está correndo por aí…

Melhorando o QI da sua criança com uma vitamina comum

Em testes, uma vitamina em especial mostrou ser capaz de melhorar o QI das crianças, quando obtida em níveis ótimos durante a gestação das mães.

A pesquisa, feita pelo Seattle Children’s Hospital, nos Estados Unidos, avaliou as concentrações desse nutriente em gestantes.

Em primeiro lugar, encontrou-se um dado muito preocupante: quase metade das voluntárias testadas estavam com níveis abaixo do recomendado!

As avalições também observaram crianças entre 4 e 6 anos de idade.

Concluiu-se que os pequenos cujas mães tinham bons níveis dessa vitamina durante a gravidez tinham QI mais alto do que as outras.

Incrível como uma simples vitamina faz tanta diferença, não é mesmo?

Mas, afinal, qual é essa vitamina e por que ela causa esse efeito?

Hora do sol

Estamos falando de uma vitamina fácil de ser conseguida, mas que mesmo assim muitos estão deficientes.

É a vitamina D. Isso mesmo, aquela que produzimos ao tomarmos sol.

Os “estoques” de vitamina D das mães é repassado para os bebês pelo útero, sendo importante para inúmeros processos no organismo do feto.

Mas ela é especialmente necessária para o desenvolvimento cerebral!

Isso já dá uma pista sobre o que gerou um QI mais alto nas crianças que receberam vitamina D de forma adequada enquanto se desenvolviam nas barrigas das mamães…

Conforme comenta a pesquisadora Melissa Meloug, autora do estudo em questão:

“Quero que as pessoas saibam que é um problema comum e pode afetar o desenvolvimento das crianças. A deficiência de vitamina D pode ocorrer mesmo se você comer uma dieta saudável. Às vezes, está relacionada ao nosso estilo de vida, pigmentação da pele ou outros fatores fora do nosso controle.”

Então, se você está esperando a visita da cegonha, não se esqueça dessa vitamina. Ela é obtida principalmente quando nos expomos ao sol de forma consciente.

O ideal são apenas alguns minutos nos horários de sol mais forte, entre 10 e 15h, apenas até a pele começar a apresentar um aspecto rosado.

Evite tomar sol atrás de janelas de vidro, que mesmo transparentes podem filtrar parte dos raios UVB, necessários para a produção da vitamina.

Você pode também associar a suplementação, o que deve ser feito com acompanhamento médico, ainda mais durante a gravidez.

Lembre-se por fim que a vitamina D é lipossolúvel, ou seja, quando ingerida pela alimentação ou suplemento, precisa de gorduras para ser assimilada pelo corpo.

Portanto, deve-se também ingerir gorduras naturais boas, como azeite de oliva, óleo de coco e gorduras de animais criados a pasto.

Supersaúde!

Referências bibliográficas:

  • Melissa M Melough, Laura E Murphy, J Carolyn Graff, Karen J Derefinko, Kaja Z LeWinn, Nicole R Bush, Daniel A Enquobahrie, Christine T Loftus, Mehmet Kocak, Sheela Sathyanarayana, Frances A Tylavsky, Maternal Plasma 25-Hydroxyvitamin D during Gestation Is Positively Associated with Neurocognitive Development in Offspring at Age 4–6 Years, The Journal of Nutrition, , nxaa309.
  • Vitamin D levels during pregnancy linked with child IQ. Eurekalert.org. 02 nov. 2020.
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link