A Menopausa é o Único Motivo para a Perda de Libido das Mulheres?

A falta de libido é sempre lembrada como um dentre muitos dos efeitos da menopausa no corpo das mulheres. Sabe-se, por exemplo, que 40% delas relatam perda da libido após os 60 anos de idade.

Realmente, parece óbvio que se há uma baixa hormonal, essa seria uma consequência esperada… Mas será que não há outras explicações para essa mudança no desejo sexual?

Pensando nisso, uma pesquisa da University of Pittsburgh School of Medicine realizou entrevistas com mulheres acima dos 60 anos para entender como elas se sentiam com relação à sua libido. Elas foram orientadas a abrirem o jogo e dizerem com as próprias palavras o que achavam que as estava atrapalhando nesse sentido.

Assim, o foco do estudo não era apenas a questão hormonal, mas também a comportamental. Os pesquisadores destacaram as principais reclamações reunidas. Foram elas:

  • Sintomas vaginais pós-menopáusicos.
  • Disfunção erétil no parceiro.
  • Fadiga ou dor no corpo.
  • Estresse do dia a dia.
  • Autoestima e inseguranças com a imagem do próprio corpo.

Alguns desses itens eram de fato os esperados, com sintomas típicos da menopausa. Mas os pesquisadores se espantaram com dados que até então não levavam em consideração. O principal deles é a disfunção erétil dos parceiros!

Segundo o estudo, isso demonstra que nem sempre a questão está nos hormônios femininos, mas nos relacionamentos. Afinal, saber que não será correspondida pode realmente ser uma ducha de água fria na libido.

Fatores como estresse também devem ser considerados. No mundo moderno, todas as fases da vida estão cheias de responsabilidades e preocupações. Somando tudo isso a hábitos pouco saudáveis, o que temos é um estresse crônico com influências diretas na saúde.

Falta de libido na menopausa: atenção, homens!

Como pudemos ver, boa parte das mulheres na menopausa reclamaram de baixa libido por saberem que seus parceiros passam por problemas de disfunção erétil. É preciso lembrar que homens também passam por baixas hormonais!

Mantenha seus níveis corretos de testosterona, inclusive com reposição. Mas, nesse caso, deve-se fazer uma reposição bio-idêntica, que realmente vai repor seus hormônios com substâncias similares, e não uma gambiarra como na reposição convencional. O mesmo vale para as mulheres.

E se você, homem, pensa em dar um estímulo a mais para sua testosterona, pode clicar aqui e conferir algumas dicas naturais. Mas, mesmo assim, lembre-se de conversar com seu médico antes de qualquer decisão. Ele conhece o seu caso e saberá lhe orientar. Supersaúde e uma libido saudável em qualquer idade!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link