A Luz Azul Artificial Também está te Deixando mais Velho?

Hoje em dia, onde quer que você vá, lá está ela: a luz azul artificial. Dentro de casa, nos smartphones, computadores, TVs e luminárias. Nas ruas, até a iluminação pública tem sido substituída pelo LED. Será que isso é mesmo uma boa ideia?

Se você me acompanha por aqui, já sabe que não. No espectro natural da luz as emissões são equilibradas. Mas nosso excesso de iluminação artificial do mundo moderno, como no caso das luzes azuis dos aparelhos, acabamos ficando com o relógio biológico confuso.

Quando o seu corpo não reconhece plenamente a diferença entre dia e noite – graças a essa exposição exagerada à luz – há prejuízos na produção da melatonina, o hormônio do sono. O resultado é a epidemia de insônia e sono pouco reparador que vemos atualmente.

Como a luz azul pode estar te envelhecendo

Que dormir pouco e mal traz inúmeros prejuízos para a saúde, todos já sabem. O que uma pesquisa mostra agora é que essa luz azul artificial parece influenciar na sua longevidade.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores da Oregon State University, nos Estados Unidos, fizeram testes com algumas moscas das frutas, que tem mecanismos celulares e de desenvolvimento similares com animais e humanos.

Algumas moscas foram expostas a 12 horas de comprimentos de onda azul, similares àquelas emitidas por nossos smartphones, enquanto o grupo controle ficou em um ambiente sem esse tipo de iluminação de LED. Os resultados mostraram que o grupo da luz azul parece ter “envelhecido” mais rápido, apresentando dificuldades de locomoção, danos nos neurônios e nas retinas.

A pesquisadora Jaga Giebultowicz resume bem a experiência:

“O fato de a luz estar acelerando o envelhecimento nas moscas nos surpreendeu a princípio. Medimos a expressão de alguns genes em moscas velhas e descobrimos que os genes protetores de resposta ao estresse eram expressos se as moscas eram mantidas sob luz. Nós levantamos a hipótese de que a luz estava regulando esses genes. […] Era muito claro que, embora a luz sem azul diminuísse um pouco sua vida útil, apenas a luz azul diminuiu drasticamente a vida útil”.

Pois é… Se você precisava de mais alguma evidência para se convencer dos problemas da luz azul, fica mais essa informação! Eu sei que no mundo em que vivemos é muito difícil ficar sem esse tipo de dispositivo eletrônico…

Portanto, a sugestão é proteger a sua visão. Clique aqui para ler um post especial sobre o assunto, onde falo inclusive sobre alguns suplementos que podem ajudar. Proteja seus olhos e Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link