Proteína: Quanto é o Adequado?

Você não vive sem proteína, que são os componentes principais do seu corpo, como músculos, ossos e hormônios. Tudo pode ser considerado uma…

Spirulina: a alga com mais proteínas que a carne

A Spirulina é uma alga verde azulada, um poderoso super alimento com alta concentração de proteínas, vitaminas, antioxidantes e outros nutrientes. É muito usada em sucos verdes e smoothies. Cresce em lagos alcalinos no México e no Continente Africano, mas seu maior produtor e consumidor é o Japão.Os benefícios da Spirulina são tão reconhecidos que a Nasa e a Agência Espacial Europeia estão pesquisando sobre a possibilidade de incluí-la na alimentação de astronautas em viagens espaciais. Não é por acaso: sua concentração de proteínas, por exemplo, é de 50 a 70% de proteína por peso, maior até que a da carne vermelha, que tem cerca de 27%. Além disso, é altamente digerível por não ter celulose na parede, como levedura e clorela. A alga é usada também para tratar desnutrição em crianças, tendo alcançado resultados de melhora de QI, em comparação com crianças que não a consomem.

Saiba quais são os 7 mitos mais comuns relacionados às dietas de alta proteína

Quero iniciar essa nossa conversa dizendo a você que eu tenho usado dietas de pouco carboidrato e muita proteína e gordura e que tenho alcançado efeitos muito bons, especialmente nas condições pioradas, tais como a diabete, fadiga crônica, fibromialgia e as doenças cardíacas, todas ligadas à ingestão de carboidratos.Fiz questão de começar comentando isso com você, pois infelizmente, alguns peritos ainda acreditam que o consumo excessivo de proteínas, especialmente a animal, pode resultar em doenças cardíacas, derrames, osteoporose, câncer e pedra nos rins.

Quer envelhecer bem? Então, aposte na proteína animal!

A maioria de nós quer viver por muito e muito tempo, porém, queremos também que esses anos sejam repletos de saúde nos dando a condição de continuar a fazer todas as atividades que gostamos.A chave para isso está em entender como podemos diminuir o risco do declínio físico e mental a que estamos sujeitos. Por isso é tão importante darmos chances aos programas de desintoxicação celular, antioxidantes e também nos alertarmos para o nosso estilo de vida e alimentação. Está mais do que claro que o consumo da proteína animal pode nos ajudar e muito nesse processo.

Tudo em excesso é prejudicial, inclusive a proteína

As pessoas estão, cada vez mais, optando por uma alimentação rica em proteínas; elas têm apostado em dietas onde o consumo da proteína está acima do ideal, e isso vem causando danos à saúde que vão desde o ganho de peso, passando pela sobrecarga renal e chegando à perda de minerais nos ossos, como consequência do excesso de acidez gerado.É evidente que precisamos de proteína em nosso organismo, afinal, ela é fundamental para que consigamos os aminoácidos necessários para a geração de músculos, ossos e diversos hormônios. Mas, como o velho ditado diz, “tudo em excesso é prejudicial”, e a proteína não foge á regra.

Estudo tendencioso sobre a Dieta das Proteínas não apresenta evidências!

De acordo com estudo, dietas ricas em proteínas podem causar câncer. Será um estudo consistente? Descubra toda verdade agora!O Jornal Folha de São Paulo do dia 11 de março deste ano, portanto na última terça-feira, trouxe em seu caderno Equilíbrio a manchete “Dietas da proteína EM XEQUE”. Nela o jornal fala sobre um recente estudo publicado no Journal of Cell Metabolism.




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link