9 Alimentos Cheios de Frutose que podem Arruinar a sua Saúde

Já falei diversas vezes por aqui sobre a frutose. Trata-se do açúcar naturalmente encontrado nas frutas, que quando consumido de forma errada lhe traz uma série de prejuízos, como o aumento da glicemia e todos os problemas decorrentes disso.

Há alguns alimentos que são vilões conhecidos por seu alto teor de frutose, e outros que passam desapercebidos. Para que você fique atento no seu dia a dia, vou enumerar os principais.

1 – Suco de frutas

Obviamente, todas as frutas contêm frutose. Quando consumidas moderadamente, não há tanto problema, pois elas também contam com boa quantidade de fibras que compensam essa ingestão. Porém, com o suco acaba-se concentrando a frutose e excluindo as fibras benéficas, e é aí que mora o perigo.

Para piorar, muitos colocam açúcar nos sucos, e se ele for industrializado, sabe-se lá que produto químico você estará bebendo. Portanto, tenha muito cuidado com sucos de frutas. Uma opção são os smoothies verdes, a melhor forma de consumir frutas sem danos à saúde. Clique aqui para ver algumas receitas.

2 – Alimentos processados e industrializados

Sabe aquela lasanha congelada que fica pronta em minutos? Esse tipo de alimento geralmente contém aditivos para dar sabor, como o xarope de milho rico em frutose. Pode não se tratar de algo doce e mesmo assim estar cheio desse açúcar!

3 – Condimentos e molhos prontos

O mesmo vale para os molhos prontos para salada e outros condimentos industrializados que você compra no supermercado. O mesmo xarope de milho, repleto de frutose, é um ingrediente muito comum. Ou seja, você está comendo salada pensando em saúde, mas na verdade coloca tudo a perder ao temperá-la com uma alta carga de carboidratos e químicos.

4 – Frutas em conserva e enlatadas

Frutas em conserva não são o mesmo que frutas ao natural. Além de aditivos conservantes, em alguns casos há uma calda à qual pode ter sido acrescentada mais frutose ou outros açúcares. Passe longe disso!

5 – Doces e chocolates com frutose

O xarope de frutose também está na maioria dos doces industrializados e até mesmo nos chocolates açucarados. Se você quer algo bom para a saúde, opte por chocolates de no mínimo 70% de cacau, orgânico e sem adição de açúcar. Caso contrário, estará sim ingerindo um caminhão de açúcar.

6 – Granola e barra de cereais

Essa é uma das maiores surpresas, pois muitos ainda pensam que a granola e as barras de cereais são alimentos saudáveis. Trata-se, na verdade, de uma mistura de grãos – o que já não é nada bom para sua saúde – com frutose e outros açúcares. Uma dica é fazer a sua em casa, com bons ingredientes. Confira aqui uma receita exclusiva de barra de cereais supersaudável, deliciosa e sem açúcar.

7 – Cereais matinais

Esqueça aquelas caixas de cereais matinais. Eles se enquadram no mesmo do item anterior, pois não passam de carboidratos vazios acrescidos de mais açúcares, seja frutose ou não. Duvida? Então leia o rótulo da próxima vez que for fazer compras… Você vai se surpreender – negativamente.

8 – Refrigerantes

Em um mundo ideal, não seria preciso que eles estivessem nesta lista, pois nem deveriam existir! É um dos produtos com maiores níveis de xarope de milho rico em frutose, além de produtos químicos como aromatizantes e conservantes.

Uma boa alternativa que está cada vez mais em voga é a kombucha, uma bebida probiótica incrível e saborosa. Clique aqui para saber um pouco mais sobre ela.

9 – Produtos com baixo teor de gordura e calorias: frutose oculta

Como conferir mais sabor a um produto que contém poucas calorias ou pouca gordura?  Adicionando pequenas doses de frutose! O melhor é que você consuma alimentos os mais naturais possíveis, mas se for comprar algo desse tipo, novamente aconselho dar uma olhada no rótulo.

Está na hora de tomar as rédeas da sua saúde. Você tem todas as informações disponíveis e basta ter força de vontade para mudar seus hábitos. Então, dê um chega pra lá no excesso de frutose! Este é o caminho para uma Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link