7 Sinais de Deficiência de Magnésio

Nossa alimentação já não é mais a mesma de antigamente.

E não estou falando só deste problemático hábito de comer comida processada e industrializada…

Até os alimentos naturais pioraram a qualidade, pois nas últimas décadas o solo está cada vez mais pobre em nutrientes.

Alguns que estavam em abundância nos vegetais que nossos avós e bisavós comiam, agora estão faltando!

É o caso do magnésio, por exemplo.

As pesquisas mostram que nos últimos 50 anos o teor desse mineral em vários vegetais caiu drasticamente.

Estamos falando de mais de 90%!

Como resultado, a maioria das pessoas hoje está com deficiência de magnésio – e talvez nem saibam disso…

O magnésio é responsável por mais de 300 reações bioquímicas no corpo, dentre elas o apoio ao sistema nervoso e o combate à inflamação, principal causa das doenças do mundo moderno.

Mas então, como descobrir se seu corpo está com falta de magnésio?

Sinas de deficiência de magnésio

Veja alguns sinais que indicam uma possível deficiência de magnésio no organismo:

1 – Enxaquecas e dores de cabeça constantes

O magnésio é fundamental para o bom funcionamento dos nervos. Também está envolvido na produção de neurotransmissores e regulação de cálcio nas células neuronais.

Quando em desequilíbrio, esse processo pode levar às enxaquecas e dores de cabeça.

2 – Fadiga física e mental

Pessoas com deficiência de magnésio tendem a apresentar confusão mental, falta de memória e baixa concentração.

A falta do mineral prejudica as mitocôndrias, responsáveis pela produção de energia nas células.

Como as células cerebrais contêm um alto nível de mitocôndrias, essa deficiência pode prejudicar bastante o seu desempenho mental.

Mas não é seu cérebro que sofre…

É óbvio que se suas mitocôndrias são prejudicadas, todo seu corpo sente falta de energia.

Por isso, fadiga constante também está relacionada ao problema.

3 – Insônia

O magnésio está envolvido na produção de GABA, um neurotransmissor relativo ao relaxamento.

Sem o suficiente do mineral, você também terá menor produção de GABA e consequentemente um sono de qualidade inferior.

4 – Transtornos de humor

Não é só o sono que é influenciado pelo GABA.

Seu humor também depende desse neurotransmissor, que está relacionado à calma e ao controle emocional.

Irritabilidade, mau humor, ansiedade e até transtornos de déficit de atenção podem ser indicativos de deficiência de magnésio.

5 – Intestino preso

A constipação, também comumente conhecida como intestino preso, pode ser causada pela deficiência de magnésio.

Isso por que ele atua de 2 formas:

  1. O mineral sozinho já é capaz de promover o amolecimento das fezes.
  2. As contrações musculares dos intestinos também dependem do magnésio. Se ele está em falta, haverá prejuízos nessa parte final da digestão.

6 – Arritmia cardíaca

Você está lembrando que seu coração também é um músculo?

Mesmo sendo um músculo de contrações involuntárias, essas contrações também dependem do magnésio para serem saudáveis.

Sem esse mineral em quantidades adequadas, seu coração pode literalmente bater descompassado!

Se você tem sofrido com arritmia e não sabe por que, converse com seu médico sobre a possibilidade de uma deficiência de magnésio ser a causadora do problema.

7 – Dores, espasmos musculares, formigamentos e câimbras

Este talvez seja o mais conhecido sintoma de deficiência desse mineral.

Provavelmente você já ouviu falar da importância que os atletas dão para a ingestão de alimentos ricos em magnésio e até suplementação do mesmo.

Eles fazem isso porque sabem que o magnésio é fundamental para as contrações musculares.

Sem ele, é comum termos espasmos, formigamento nos membros e câimbras incômodas e dolorosas!

Outro fator influenciado pela deficiência de magnésio é o aumento de dores musculares causados por estados de tensão.

O mineral ajuda no relaxamento muscular, e sem ele nosso dia a dia estressante acaba nos levando a uma situação de dor crônica.

Então, fique atento aos seus níveis. Algo que você pode começar a fazer agora é priorizar alimentos que contenham magnésio.

Os melhores são:

  • Amêndoas, sementes de abóbora e cacau.
  • Abacate e figo.
  • Espinafre, brócolis, couve, couve de Bruxelas, acelga, beterraba, algas de ágar secas e nabos
  • Salmão selvagem do Alasca

Para otimizar os resultados, pode-se ainda agregar a suplementação. Clique aqui para conferir um post especial sobre suplementos de magnésio e tirar todas as suas dúvidas.

Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link