Saúde

6 Razões pelas quais Você pode NÃO Obter Vitamina D neste Verão

Apesar de vivermos num pais ensolarado quase todo o ano, vejo com frequência pessoas com níveis muito baixos de vitamina D, e mesmo fazendo suplementação.

Especialmente no verão, a grande mídia aumenta a divulgação dando um alerta de saúde sobre os perigos da exposição ao sol… Pois se indica colocar protetor solar toda vez que for para fora, o que na verdade estará bloqueando a capacidade do seu corpo de produzir vitamina D.

Na cabeça das pessoas imagino a confusão: expor-se ao sol ou não?

E, além disso, outros fatores que dificilmente elevarão sua vitamina D a níveis terapêuticos são:

1) Acreditar que alimentos fortificados com vitamina D façam a sua função

Por exemplo, o leite pasteurizado é fortificado com vitamina D desde 1933, na dosagem 400 Unidades Internacionais (UI) de vitamina D por litro. Mas se trata de vitamina D2, menos eficiente.

Entenda que nem todas as fontes de alimento fornecem o mesmo tipo de vitamina D. As fontes vegetais fornecem D2. As fontes animais fornecem a vitamina D3, que é a mais benéfica

Infelizmente, só através de alimentos é pouco provável que se consiga o suficiente de vitamina D, pois a literatura aponta que a maioria dos adultos precisa de pelo menos 8.000 UI de vitamina D por dia para elevar seus níveis séricos a níveis saudáveis.          

2) Usar vitamina D de baixa qualidade

Muitos estão tomando vitamina D2 (o tipo usado em muitos suplementos de vitamina D prescritos), sem saber que dificilmente vão ter os benefícios esperados.

A vitamina D3 é aproximadamente 87% mais potente do que a vitamina D2, portanto consegue manter 2 a 3 vezes mais as concentrações de vitamina D. Além disso, a vantagem da vitamina D3 é que ela é transformada na sua forma ativa 500% mais rápido que a vitamina D2, além de ter uma prazo de validade maior. Portanto, se decidir complementar com uma forma oral de vitamina D, certifique-se de que é D3, não D2.

3) Exposição ao sol em local errado

A exposição ao sol através de janela de vidro pode parecer eficiente, mas na verdade é um engano, pois os raios UVB produtores de vitamina D não podem passar através do vidro.

Para piorar a situação, só aluz UVA passa pelo vidro, e ela é a grande causadora do fotoenvelhecimento, rugas e câncer de pele. 

Há estudos hoje, como o publicado no Medical Hypotheses, que sugerem que os trabalhadores internos podem ter taxas aumentadas de melanoma porque estão expostos à luz solar através das janelas, não recebendo UVB, que não passa através do vidro. E sem receber quantidade adequada de UVB eles não produzem vitamina D, aumentando muito, consequentemente, o risco de melanoma e outros canceres.       

4) Uso de medicações que bloqueiam produção de vitamina D

A redução em massa do colesterol com medicação está levando como consequência a uma epidemia de deficiência de vitamina D. Segundo um estudo com 1.600 pessoas, descobriu-se que quase 90% da população é deficiente nessa vitamina.

Precisa ficar claro com isso que seu corpo precisa de colesterol para produzir vitamina D. Quando você se expõe ao sol, os raios UVB convertem uma forma de colesterol em sua pele em vitamina D3.

5) Dietas sem ou com pouca gordura

Hoje existe uma epidemia de gordurofóbicos, ou seja, os que fogem da gordura a todo custo, pois fomos orientados todos esses anos a ingerir uma dieta com baixo teor de gordura e colesterol para não ter problemas cardiovasculares e nem engordarmos.

Este é o grande engano…

Com ele, a opção de absorver a vitamina D pela dieta fica prejudicada, pois esta vitamina é lipossolúvel: a ausência de colesterol e gordura impede a sua assimilação.

Recentemente,mais um estudo realizado em ratos, alimentados com uma dieta baixa em colesterol e gordura, mostrou que eles tiveram uma queda significativa em seus níveis de vitamina D.

6) Não ingerir quantidades adequadas de vitaminas lipossolúveis

As vitaminas A, D, E e K na dieta moderna estão carentes, pois nas dietas  sem ou com pouca gordura, como inacreditavelmente ainda se consome, não há assimilação destas vitaminas lipossolúveis, ou seja, que precisam das gorduras para serem absorvidas.

O outro agravante é que o solo espoliado acaba não fornecendo nutrientes nos alimentos como antigamente. Então, fica a dica: tome mais sol, pelo menos por algum tempo sem protetor, para ativar suas usinas de vitamina D.

Se ainda achar que está com os níveis baixos, converse com seu médico sobre o uso de suplementos. Esta é uma vitamina importante e seu corpo precisa contar com ela!


Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *