7 Óleos Essenciais para dar um Jeito na sua Tosse

Quando você está com resfriado ou gripe comuns, sabemos o quanto é ruim conviver com aquela tosse incômoda. Enquanto você se recupera – espero que da forma mais natural possível – é necessário amenizar esses sintomas negativos.

E uma forma de fazer isso também naturalmente é contar com os óleos essenciais. No caso da tosse, eles agem tanto promovendo expectoração, removendo o muco que causa o problema, quanto combatendo vírus e bactérias causadoras dessa condição de saúde. Confira agora algumas opções interessantes.

Óleos essenciais para tosse

1 – Óleo essencial de eucalipto

É um dos melhores óleos essenciais para tosse. Ele age como expectorante, combatendo o muco, e também tem efeitos antiviral e antimicrobiano. Em sua composição encontra-se o cineol, responsável por esses efeitos.

Além disso, tem ação vasodilatadora, que promove melhor oxigenação do pulmão. Dessa forma, é uma ótima pedida para pessoas que estão sem fôlego ou tossindo constantemente.

Pode ser usado como óleo de massagem no peito ou pescoço, bastante diluído em algum óleo carreador como óleo de coco ou azeite de oliva. Outra forma interessante é usá-lo em um difusor de ambientes. Evite usá-lo em crianças muito pequenas.

2 – Óleo essencial de alecrim

Assim como o óleo essencial de eucalipto, contém cineol. Além disso, possui efeito relaxante que atua nos músculos próximos às vias respiratórias, ajudando no alívio da tosse.

Pode ser usado da mesma forma que o óleo de eucalipto e deve ser evitado em crianças e mulheres grávidas.

3 – Óleo essencial de hortelã

O principal princípio ativo do óleo essencial de hortelã é o mentol, amplamente conhecido por suas propriedades expectorantes e também antimicrobianas.

Ele ajuda na desobstrução dos seios nasais, melhorando o fluxo de ar, além de promover um alívio na garganta irritada pelo excesso de tosse. As melhores formas de aproveitá-lo são também como óleo de massagem ou difusão no ambiente.

4 – Óleo essencial de limão

Já o óleo essencial de limão pode ajudar por outros caminhos. Ele é conhecido por sua capacidade de estimular o sistema imunológico. Portanto, diferentemente de outros óleos que atuam na expectoração, ele é mais útil na melhora geral do quadro de saúde.

Outro benefício é seu estímulo à drenagem o sistema linfático, que de certa forma pode ajudar também na imunidade. Pode ser usado também diluído como óleo de massagem, em difusores ou em chás para alívio da tosse.

Fique atento apenas à quantidade, pois apenas 1 ou 2 gotas são suficientes. Lembre-se que os óleos essenciais são muito concentrados, então é preciso ter cuidado.

5 – Óleo essencial de melaleuca (tea tree oil)

O tea tree oil é mais um desses incríveis óleos essenciais capazes de combater vírus e bactérias que causam problemas respiratórios. Além disso, tem um aroma que ajuda a aliviar o congestionamento das vias nasais, combatendo a sua tosse naturalmente.

Também deve ser diluído e usado como óleo de massagem ou em difusores de ambiente. Mas, atenção! Ele não deve ser utilizado internamente nem por mulheres grávidas.

6 – Óleo essencial de olíbano

O óleo essencial de olíbano, também chamado de óleo Frankincense, é extraído do conhecido fitoterápico Boswellia. Tem também ação expectorante, ajudando no alívio de condições respiratórias.

Costuma ser utilizado em inalações, no vapor do banho e também como óleo de massagem, da mesma forma dos outros citados acima.

7 – Óleo essencial de orégano

Engana-se quem pensa que o orégano é apenas uma especiaria de se colocar na pizza… Ele é um ótimo alimento e matéria prima de um incrível óleo essencial.

O óleo essencial de orégano está repleto dos princípios ativos timo e carvacrol, com potencial antibacteriano e antifúngico. Ele combate ainda certos vírus, sendo um aliado importante em gripes e resfriados comuns, que levam à tosse.

Pode também ser usado em difusores, aplicado no peito, costas e pescoço como óleo de massagem (lembrar sempre de diluir em óleo carreador) e até de forma interna, misturado com água.

Mas nesse caso é melhor que você converse com seu médico, pois o óleo essencial pode interagir com certos medicamentos. Também não deve ser usado por tempo prolongado nem em crianças.

Cuidados no uso dos óleos essenciais

É sempre bom lembrar este artigo têm apenas o caráter de lhe informar sobre alternativas naturais para condições comuns de saúde. Lembre-se de não usar nada sem antes conversar com um médico habituado a esse tipo de tratamento. Mesmo produtos naturais podem ter efeitos colaterais e interagir com outros medicamentos que você esteja tomando.

Então, evite qualquer uso por conta própria. Lembre-se ainda que essas opções são apenas para amenizar o sintoma da tosse. É importante que você descubra qual o real motivo dela e resolva essa importante questão.

Somente agindo com responsabilidade é possível alcançar uma Supersaúde!

Referências bibliográficas:

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




























               Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link