Infantil

6 Benefícios do Aleitamento Materno que Você Ainda Não Conhecia

É incrível, mas ainda hoje existem questionamentos sobre o aleitamento materno. Há quem pergunte se ele é realmente a melhor opção, se não há outras formas de amamentação importantes, e até dúvidas sobre o assunto.

O que você precisa entender é que bebês que mamam no peito são mais saudáveis, e os motivos para isso são vários. Vamos falar um pouco sobre eles!

1 – O aleitamento materno não tem substitutos no início da vida

Existem mais de 400 nutrientes exclusivos encontrados no leite materno, indispensáveis para o bebê. Entenda que ele é o leite ideal, com quantidades de gordura e proteína feitas sob medida para nossos “filhotes”. Principalmente nos primeiros meses, é fundamental para nutrição dos pequenos.

A substituição por fórmulas prontas oferece riscos que vão desde a falta de nutrientes adequadas até a contaminação por produtos químicos, que podem estar no produto, na água e até nas mamadeiras.

2 – Gera bebês “menos estressados”

Uma pesquisa da Universidade Brown, nos Estados Unidos, comparou bebês que foram amamentados no peito nos primeiros 5 meses de vida com outros que não foram.

Eles analisaram as interações entre mães e bebês e mediram as alterações do cortisol, o hormônio antiestresse, na saliva das crianças. A conclusão é que o contato das mães com bebês no aleitamento materno era capaz de mudar a atividade de um gene do DNA das crianças. Isso regulava a liberação do cortisol e consequentemente a resposta do bebê ao estresse.

3 – Diminui risco de alergias e outras doenças

Diversas pesquisas já mostraram como bebês que mamam no peito têm menos risco de desenvolverem asma e alergias. Esse fato é ainda mais intenso no caso de crianças que mamam exclusivamente no peito até os 6 meses de idade. Também há redução de infecções no ouvido, diarréias e doenças respiratórias.

4 – Aumenta o QI

O aleitamento materno também gera benefícios futuros. Crianças que foram amamentadas quando bebês, segundo pesquisas, tendem a se sair melhor em testes de QI.

5 – Controle de peso

Um grande problema da atualidade é a obesidade infantil. De acordo com os estudos, essa é uma questão que pode ser amenizada pelo aleitamento materno. As pesquisas indicam que aquelas que foram amamentadas quando bebês também têm menos risco de excesso de peso.

6 – Benefícios para as mães

Não são só os bebês que são beneficiados. Estudos da Universidade de Pittsburg, nos Estados Unidos, concluíram que mães que amamentam têm menos risco de sofrerem derrames, infartos e uma série de outros problemas cardíacos.

Já uma pesquisa feita Universidade da Georgia, também nos EUA, mostrou que o aleitamento materno tem o efeito extra de ajudar a controlar o peso e reduzir o risco de obesidade das mães.

Você já tinha motivo de sobra para priorizar a amamentação natural dos seus filhos… Agora, tem mais ainda! Lembre-se: isso tem reflexos para o resto da vida. Bebês que mamam no peito têm mais chances de serem pessoas com uma Supersaúde!

Referências bibliográficas:

  • What Are the Benefits of Breastfeeding for Your Baby? WebMd
  • PR Newswire May 9, 2017
  • FluorideAlert.org Nov 22, 2016
  • Boston University Libraries 2016
  • CDC 2010 Water Fluoridation Statistics
  • The Douglas Report. Jan 2011. Vol.10. nº 9
  • Caries Research 2001;35:125-128
  • Eur J Oral Sci. 2007 Apr;115(2):137-42.
  • Cancer Causes Control. 2006 May;17(4):421-8.
  • Neurotoxicology 2000 Dec;21(6):1091-100
  • Journal of Public Health Dentistry Sep 1992:52(5);288–291
  • Dent Res. 1998 Sep;77(9):1739-48
  • Epigenetic Programming by Maternal Behavior in the Human Infant. Pediatrics. October 2018, VOLUME 142 / ISSUE 4
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *