Saúde

5 Benefícios do Óleo Essencial de Grapefruit

Já ouviu falar no óleo essencial de grapefruit? Bom, se você me acompanha por aqui, provavelmente conhece o grapefruit, uma fruta cítrica rica em vitaminas e minerais.

Além disso, outro ponto importante é que ela é uma das frutas com mais antioxidantes. Contém também carotenoides como o licopeno (também encontrado nos tomates) e outros fitonutrientes. Mas, e no caso do óleo essencial, será que tem os mesmos benefícios?

Composição do óleo essencial

O principal composto do óleo essencial de grapefruit é o limoneno, encontrado também em outros cítricos. Conta também com linalol, thujene, mirceno, terpineno, pineno, citronelol, caprinaldeído, acetato de decilo e acetato de nerilo.

Assim como a fruta, seu óleo essencial tem uma quantidade incrível de antioxidantes, como a vitamina C. E você já sabe de tudo o que essa vitamina é capaz!

Benefícios

1 – Na aromaterapia – o aroma deste óleo essencial pode auxiliar no combate de dores cabeça (inclusive as causadas por ressaca), fadiga mental e quadros depressivos.

2 – Como óleo de massagem – o óleo essencial de grapefruit, quando diluído em um óleo para massagens, ajuda no combate de dores musculares, nas articulações e até a amenizar cólicas menstruais.

3 – Para melhorar o ambiente – com um odor potente e agradável, este óleo é incrível para aromatizar os ambientes, ou até mesmo combater odores ruins que estejam dispersos pelo ar do seu banheiro ou da sua cozinha.

4 – Propriedade antioxidante – como falado anteriormente, a boa quantidade de vitamina C atua como antioxidante, combatendo os efeitos negativos dos radicais livres.

5 – Combate de micro-organismos – diversas pesquisas comprovam o efeito antimicrobiano do óleo essencial de grapefruit. Uma delas demonstrou sua eficácia contra bactérias como Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Staphylococcus epidermidis, Escherichia coli, Salmonella typhimurium, Serratia marcescens e Proteus vulgaris. Também foi confirmada a proteção contra fungos perigosos, como Aspergillus niger, Candida albicans e Penicillium chrysogenum.

Cuidados com o uso do óleo essencial de grapefruit

Em primeiro lugar, é muito importante que você só utilize após conversar com o seu médico – principalmente para uso interno. Há relatos de que o grapefruit pode interferir no efeito de alguns remédios e provocar efeitos colaterais. Por isso, evite tomar qualquer decisão por conta própria. Supersaúde!

Referências bibliográficas:

  • International Journal of Food Science and Technology, July 2011;46(7):1455-1461
  • American Journal of Plant Sciences, July 2013;4(7B):1-9
  • Livro Muito Além dos Superalimentos: Mude sua Vida com Supernutrientes
  • CMAJ. 185 (4): 309–16.
  • “Why Grapefruit and Medication Can Be a Dangerous Mix”. Consumer Reports.
  • Canadian Medical Association Journal. 185 (4): 309–316.
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *