Saúde

5 Analgésicos Naturais para Proteger suas Articulações

A dor nas articulações pode ser algo tão debilitante que, atualmente, os cirurgiões ortopédicos são rápidos para reparar lesões nessa parte do corpo.

E muitas vezes o uso de anti-inflamatórios não esteroides acaba sendo frequente. Infelizmente ele tem um risco muito alto de dependência e abuso, e os estudos são claros sobre o aumento dos riscos de ataque cardíaco e derrame.

Mas há na natureza remédios como a Boswellia serrata, com bom resultado para aliviar a dor e a inflamação de quaisquer dores articulares ou lesões. É um remédio antigo que remonta a 5.000 anos.

Nos tempos bíblicos, era mais altamente valorizado que o ouro. Você sabe que este foi um dos presentes que os três Reis Magos trouxeram para o menino Jesus no primeiro Natal?

Esta resina vem de uma árvore nativa da Índia. É um dos tratamentos naturais mais eficazes para artrite e dores articulares. E não tem os efeitos colaterais adversos como as drogas químicas.

Veja o que os estudos recentes mostram:

Um estudo com 52 jovens jogadores de rugby saudáveis, realizado na Itália, vem confirmar isso. Todos eles tinham dor aguda no joelho e inflamação. Os jogadores receberam um placebo ou Boswellia serrata .

Depois de apenas quatro semanas, os jogadores que tomaram a Boswellia tiveram uma redução significativa na dor e na inflamação em comparação com os tratamentos padrão. Eles puderam andar mais longe sem dor, apresentavam menos danos nas articulações, tendões e músculos. Além disso, precisavam de menos medicamentos ou visitas ao médico.

Em outro grande estudo, os pesquisadores acompanharam 440 pacientes com artrite por seis meses. Eles descobriram que a Boswellia aliviou a dor tão eficazmente quanto as drogas analgésicas, além de melhorar a função articular.

A Boswellia funciona de diversas maneiras:

  • Contém enzimas que bloqueiam a prostaglandina e2 (PGe2). Este químico semelhante a hormônio é produzido pelo corpo em resposta a uma lesão. Isso faz com que os vasos sanguíneos se dilatem e se expandam, promovendo na área lesada edema e artrite.

Mas ao atacar diretamente o PGe2, Boswellia inibe a inflamação antes que ela comece.

Por conter ácido boswellico, age como um potente inibidor da 5-lipoxigenase (5-LOX), uma enzima responsável pela inflamação. Portanto, neutralizar a 5-LOX ajuda a prevenir a inflamação e a dor.

Os estudos sugerem o uso de um suplemento Boswellia serrata padronizado para pelo menos 65% de ácidos boswelicos, e afirmam que tomar 400 mg três vezes ao dia seria o recomendado.

Mas a Boswellia não é o único analgésico no armário de remédios da natureza. Há outras maneiras também naturais para aliviar inflamação e dores nas articulações.

Veja estes 4 outros analgésicos naturais

Manjericão (Ocimum sanctum linn). Esta erva tem uma longa e antiga história de tratamento da dor da artrite, especialmente por um componente poderoso chamado de ácido ursólico. Ele inibe a enzima COX-2 inflamatória, aliviando dor e inflamação.  A literatura recomenda cerca de 150 mg três ou quatro vezes ao dia.

– Casca do salgueiro branco (Salix alba).  Esta planta contém salicina, o mesmo composto encontrado na aspirina. Já era prescrito por Hipócrates que indicava para seus pacientes mastigarem a casca do salgueiro branco para reduzir a inflamação, com uma vantagem de não irritar o seu estomago como a aspirina faz. Estudos mostram que alivia a dor da artrite, assim como a dor lombar. A literatura recomenda cerca de 240 mg por dia.

Ashwagandha (Withania somnifera). Também conhecida como ginseng indiano e cereja de inverno. Em um estudo recente, os pesquisadores deram ashwagandha para 60 pacientes com artrite ou um placebo. Após 12 semanas, aqueles que tomaram a erva tiveram significativamente menos dor de acordo com três diferentes testes de pontuação de dor. A maioria dos estudos recomenda 500 mg duas vezes ao dia.

Ácido graxo essencial (Omega 3). Para ter um ótimo efeito anti-inflamatório os estudos indicam que se consuma no mínimo 600 mg de DHA e 400 mg de EPA diariamente.  Mas lembre-se de consumi-lo com as refeições para que possa ser absolvido corretamente.

E lembre-se: a natureza é sábia e tem muito do que nós precisamos! Cuida das suas articulações!

Referências bibliográficas: 

< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *