30 Mil Mortes por Ano Evitadas com 1 Vitamina!

Parece estranho falar que uma única vitamina é capaz de evitar 30 mil mortes por ano.

Bom, mas essa conta não fui em quem fiz…

Foram os pesquisadores do Centro de Pesquisa do Câncer da Alemanha!

Nos últimos anos, várias meta-análises avaliaram o efeito protetor dessa vitamina contra o câncer.

E todas chegaram à mesma conclusão de que ela é importantíssima para prevenir vários deles.

A redução na mortalidade é de 13%. E se você está achando isso pouco, lembre-se que estamos falando de menos gente morrendo de câncer. Evitar mortes nunca é pouco.

Mas se ainda não estiver convencido, veja só os cálculos desses pesquisadores.

Eles analisaram o número de pessoas acima de 50 anos que morrem todos os anos na Alemanha, acertaram as estatísticas e viram que…

Se todos os alemães com mais de 50 anos tomassem suplementos de vitamina D, até 30.000 mortes por câncer por ano poderiam ser evitadas e mais de 300.000 anos de vida poderiam ser ganhos!

Sim, a nossa boa e velha vitamina D!

Eles nem estavam falando de altas doses, mas de cerca de 1000 UI da vitamina…

E bom, você vive no Brasil, onde tem sol o ano todo. Então pode conseguir esses números facilmente apenas se expondo ao sol!

Acho que pegar um bronzeado e ainda reduzir o seu risco de morrer junta o útil ao agradável, não é mesmo?

Outros fatos recentes que demonstram o poder da vitamina D

E não é só o câncer.

Como a vitamina D está ligada a centenas de processes necessários pelo corpo para uma boa saúde, ela tem muitos efeitos positivos e protetores.

Veja o que outras pesquisas já demonstraram:

– Uma pesquisa feita na Espanha recentemente, em meio à pandemia, avaliou 216 pacientes que precisaram ser internados por complicações da Covid-19. A maioria deles – cerca de 80% – estavam com deficiência de vitamina D no organismo.

– Bebês e crianças cujas mães tinham níveis ótimos de vitamina D durante a gestação tinham resultado melhor em testes de QI.

– Pesquisadores da Universidade de Leeds, no Reino Unido, descobriram que a vitamina D influencia o comportamento das células cancerígenas. Ela deixa menos ativas as células do melanoma, reduzindo a agressividade e dando mais tempo para o tratamento contra o câncer.

– Diversos estudos relatam que a vitamina D é fundamental para evitar a hipertensão arterial.

Então, agora você tem duas opções:

1 – Um suplemento de vitamina D, com acompanhamento do seu médico. É uma alternativa quando seus níveis estão abaixo do normal, ou se você mora em países de invernos rigorosos e longos períodos sem sol.

2 – A mais simples e segura: tomar sol com consciência, nos horários mais quentes, sem protetor solar por alguns minutos. Vai garantir bons níveis sem necessidade de suplementação.

Clique aqui para ver algumas dicas de como fazer da forma correta, evitando queimaduras e outros problemas.

Turbine sua vitamina D e tenha uma Supersaúde!

Referências bibliográficas:

  • José L Hernández et al., Vitamin D Status in Hospitalized Patients With SARS-CoV-2 Infection, The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, , dgaa733, DOI: 10.1210/clinem/dgaa733.
  • Niedermaier, T., Gredner, T., Kuznia, S., Schöttker, B., Mons, U. and Brenner, H. (2021), Vitamin D supplementation to the older adult population in Germany has the costsaving potential of preventing almost 30,000 cancer deaths per year. Molecular Oncology. Accepted Author Manuscript. DOI: 10.1002/1878-0261.12924
  • Melissa M Melough et al., Maternal Plasma 25-Hydroxyvitamin D during Gestation Is Positively Associated with Neurocognitive Development in Offspring at Age 4–6 Years, The Journal of Nutrition, , nxaa309.
  • The Endocrine Society. “Over 80 percent of COVID-19 patients have vitamin D deficiency, study finds: Vitamin D deficiency was more prevalent in men.” ScienceDaily. ScienceDaily, 27 October 2020.
  • Medical Hypotheses, Volume 72, Issue 4, Pages 434-443, April 2009.
  • Saul L, Mair I, Ivens A, Brown P, Samuel K, Campbell JDM, Soong DY, Kamenjarin N and Mellanby RJ (2019) 1,25-Dihydroxyvitamin D3 Restrains CD4+ T Cell Priming Ability of CD11c+ Dendritic Cells by Upregulating Expression of CD31. Front. Immunol. 10:600.
< Artigo AnteriorPróximo Artigo >

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *






















                           Clique aqui para saber mais detalhes >




 
close-link
close-link