Bem-Estar

Zumbido nos seus Ouvidos? Acabe com ele Agora!

Se há algo pior do que o toque do telefone com mais uma matraca de telemarketing na linha, é o toque que está sempre aí: o zumbido nos ouvidos, que marca a condição conhecida como tinnitus.

Se você o tem, você o conhece…

Pode ser algo que vem e vai, ou uma companheira constante que atazana os nervos.

Porém, para a grande maioria, é sempre mais alto quando se está no silêncio, tornando o simples dormir quase impossível.

O zumbido afeta cerca de 20% das pessoas, normalmente diagnosticadas após a idade de 50 anos. Apesar de não ser grave, compromete significativamente sua qualidade de vida e pode piorar com a idade ou ser um sintoma de uma condição subjacente, como perda de audição relacionada à idade, lesão na orelha ou distúrbio do sistema circulatório.

Atualmente, tem aumentado o zumbido na juventude, provavelmente devido ao aumento da exposição à música alta e outros ruídos ambientais.

Pior ainda, pode ser um sinal de dano permanente ao nervo, o que poderia prever a deficiência auditiva futura.
Alguns aconselham restringir o sal, (coitado do sal, o culpado de tudo), mas este sal não causa o tinnitus, como não causa aqueles dias que o cabelo está rebelde.

Outros alegarão que você precisa fazer mais exercícios, como se você pudesse correr até o zumbido sumir. O que eles não lhe dirão é que o esforço físico extremo pode na verdade CAUSAR ou PIORAR o tinnitus, não curá-lo.

Até a psicoterapia já vi indicarem, mas me poupem… Estas sugestões sem sentido ignoram as reais causas do tinnitus, e não é o sal, a falta de exercício ou os problemas com a saúde mental.

Existem diferentes tipos de zumbido, motivados por:

  • Tumores vasculares perto da orelha;
  • Espasmos musculares no palato da boca, o que faz com que o tubo Eustáquio no ouvido abra e feche;
  • Problemas da articulação temporomandibular (TMJ);
  • Otosclerose: crescimento ósseo anormal no ouvido médio;
  • Lesão no nervo vestibulococlear.

Além disso, certos medicamentos, incluindo certos medicamentos contra o câncer, sedativos e anti-inflamatórios, como o ibuprofeno e a aspirina, também podem desencadear o zumbido.

A verdadeira causa, na maioria das vezes (mas não em todas) é a má circulação no ouvido interno. Restaure o fluxo sanguíneo nos seus ouvidos e você estará livre do zumbido.

7 curas para o zumbido no ouvido

Picnogenol

Há uma forma patenteada de extrato de casca de pinheiro chamada Pycnogenol, que é altamente eficaz para vencer o tinnitus. Segundo um estudo recente, 90% dos pacientes que receberam 150mg de Pycnogenol ficaram livres dos sintomas dentro de seis meses, comparados com apenas 34% dos pacientes no grupo de controle.

Vimpocetina

Também conhecido como Vincaminor, tem sido usado como medicamento há séculos para melhorar a circulação, especialmente da cabeça. Para os seus ouvidos, comprovadamente alivia ou elimina o zumbido e até melhora a audição.

Ginkgo Biloba

Um fitoterápico potencializador da circulação, em especial da microcirculação, colaborando em todo sistema circulatório, da cabeça aos pés. Alguns estudos mostraram que esta substância, na dosagem de 120mg por dia, pode ajudar. Então dê uma chance a ela!

Melatonina

Segundo um estudo, a suplementação de melatonina levou a uma diminuição significativa da intensidade do zumbido e à melhoria da qualidade do sono em pacientes com zumbido crônico.

Zinco

Se você estiver deficiente em zinco, então você precisa de um suplemento, tendo o tinnitus ou não. E se você estiver deficiente e sofrendo de tinnitus, sua reposição podem aliviar os sintomas.

Aspirina

Evite-a, porque esta droga pode na verdade causar ou até piorar o tinnitus, tanto em doses altas como em baixas. Se você está fazendo a terapia da aspirina, trabalhe com o seu médico para achar uma saída (mas, seja lá o que você fizer, não pare de repente).

A aspirina não é a única droga que causará zumbidos, mas outros analgésicos, diuréticos, antidepressivos, antibióticos e mais todos farão isto também, então se você já tentou de tudo e não consegue silenciar aquele zumbido, então está na hora de examinar a caixinha dos remédios e ver o que pode estar causando-o.

Café preto orgânico

A pesquisa mostrou que as mulheres que consumiam maiores quantidades de cafeína (principalmente na forma de café) eram menos propensas a ter zumbido.

Referências bibliográficas:

  • Vasc Med. 2002;7(4):265-7
  • Encyclopedia.com, Ginkgo Biloba
  • WebMD, Ginkgo
  • Mayo Clinic Tinnitus
  • American Journal of Medicine August 2014
  • Ann Otol Rhinol Laryngol. 2011 Jul;120(7):433-40.
  • Journal of Neurology, Neurosurgery, and Psychiatry 2014;85(10):1138-1144
  • Semin Neurol. 2012 Nov;32(5):525-7
  • Medical Daily January 10, 2014
Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER