Saúde

Veja como absorver melhor as vitaminas e os minerais

Tiro direto na fonte

É certo que a suplementação oral ajuda a saúde de forma geral, entretanto, o progresso frequentemente é muito menor se comparado ao uso de nutrientes de forma intravenosa. E há diversas razões para isso. Confira!

Mesmo quando a digestão é ótima – como nas pessoas jovens, por exemplo – nenhum nutriente é 100% digerido e então assimilado. O alimento que o seu corpo assimila mais eficientemente é, infelizmente, o pior deles: o açúcar refinado. Porém, a maioria dos nutrientes, especialmente os minerais, são assimilados em proporção menor do que 40 ou 50%. Você somente assimila 20% ou menos dos nutrientes essenciais que você come. É importante lembrar que esses valores fazem referência a uma digestão normal.

Em muitos casos a digestão não é das melhores, variando pelo problema de assimilação ou absorção de nutrientes do alimento. Conforme vamos envelhecendo a eficiência da digestão e assimilação quase sempre declina, assim como a nossa visão, audição e muitas outras funções. Isso acontece mesmo quando não há nenhuma condição específica ou defeito de absorção e acaba sendo agravado por condições específicas como pouca acidez gástrica (hipocloridria), função digestiva pancreática fraca, função vesicular deficiente ou ausente (por cirurgia), e outros defeitos digestivos e de absorção.

Não é só o seu próprio estômago agindo contra você, mas os alimentos que você está ingerindo podem não estar ajudando muito. Mesmo que você evite alimentos processados e/ou embalados o que você está comendo talvez não seja tão nutritivo como deveria ser. A menos que a maioria da sua alimentação seja orgânica, o conteúdo nutricional do alimento que está ingerindo é consideravelmente menor do que no mesmo alimento a 100 anos atrás ou mais.

Além de tudo isso, estima-se que alergias alimentares, sensibilidades e intolerâncias afetam mais da metade da população interferindo na assimilação de nutrientes em vários níveis.

Então, todos esses fatores estão influindo no modo como você absorve – tanto alimentos como suplementos – todos os nutrientes que seu corpo precisa para ser saudável e sem doenças.

Porém, quando os nutrientes são injetados endovenosamente ou de forma intramuscular, eles transpassam esses bloqueios e vão direto para a sua corrente sanguínea, atingindo imediatamente as áreas que precisam deles.

[divider]

Referências bibliográficas:

  • Journal of Clinical Nutrition, Vol. 89, No. 2, 693S-696S, February 2009,   How Common Is Vitamin B-12 Deficiency?, Allen, Lindsay H., American
  • Journal of Geriatric Psychiatry and Neurology, Vol. 18, No. 1, 33-38 (2005) DOI: 10.1177/0891988704272308, Neuropsychology of Vitamin B12 Deficiency in Elderly Dementia Patients and Control Subjects, Alicia Osimani, MD, et al
  • Vitamin D Deficiency in Patients With Intestinal Malabsorption,” Mawer, E. Barbara, Ph.D., Nutrition, 1997;13(9):814-815.
  • Clinical Clues to Malabsorption”, Trier, Jerry S., M.D., Emergency Medicine, April 30, 1992;123-139
  • Deficiency of Vitamins A, B and C: Something to Watch For”, Skelton, William Paul, III, M.D. and Skelton, Nadine Khouzam, M.D., Postgraduate Medicine, March 1990;87(4):293-310.
Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)
Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER