Alimentação

Tangerina pode ajudar no combate da obesidade e de doença cardíaca

Particularmente, considero que há poucas coisas melhores do que uma tangerina. Elas são fáceis de transportar e descascar; são fáceis para comer e, acima de tudo, são super saborosas.

Ao ler esse artigo, certamente você também vai querer uma. Então, desculpe-me por despertar tanto o desejo.  Você vai entender, pois vale muito à pena!

Não é segredo que a tangerina é um excelente alimento para a saúde. Assim como outras frutas cítricas, contém vitamina C e fibra, além de altas doses de vitamina A. Mas, ainda há algo que você certamente não sabe.

Essa pequena fruta amarela combate dois dos mais importantes desafios de saúde do nosso tempo. A tangerina é um poderoso agente contra a obesidade e a doença cardíaca.

Pesquisadores da Universidade Western Ontário, observaram que a tangerina contém uma substância que previne obesidade e protege contra diabetes do tipo 2 e aterosclerose, além da doença cardíaca e do derrame.

Os pesquisadores induziram, com uma alimentação semelhante à consumida pela população americana (com muita gordura hidrogenada e açúcar), que ratos apresentassem a  Síndrome Metabólica.

Um grupo de ratos que consumia a dieta americana ficou obeso, tendo diversos problemas de saúde, tais como triglicérides elevados, insulina e glicose elevadas e gordura no fígado. Isso fez com que os animais estivessem em alto risco de doença cardíaca e diabetes. O outro grupo não ficou obeso e não desenvolveu a Síndrome Metabólica.

Vale destacar que os dois grupos se alimentaram da mesma forma com algumas pequenas diferenças. Os ratos que estavam saudáveis foram alimentados com Nobiletin, um flavonóide contido na tangerina.

E isso não só preveniu problemas de saúde, como melhorou a saúde dos ratos, estimulando genes que queimam gorduras, de forma que não fosse possível o desenvolvimento da obesidade.

Os ratos do segundo grupo além de não engordarem, também ficaram protegidos em longo prazo contra a aterosclerose.

Esse não é o primeiro estudo que constatou isso com frutas cítricas. Em 2009, observou-se que a grapefruit mostra proteção similar a gerada pelo Nobiletin. A diferença? Os derivados de Nobiletin da tangerina são dez vezes mais potentes do que os da grapefruit.

Novos estudos estão sendo conduzidos, pois este parece ser um caminho bem interessante no tratamento da Síndrome Metabólica.

Portanto, podemos e devemos consumir tangerina com mais frequência. Mas não se esqueça de uma coisa: cuidado com os exageros! Mesmo com todos esses benefícios, a tangerina em excesso também pode aumentar o nível de frutose e como já vimos em outros artigos, isso não é nada bom para a sua saúde.

[divider]
Referências bibliograficas:

  • SILALAHI, J. Anticancer and health protective properties of citrus fruit components. Asia Pac J Clin Nutr 11 (1), 79 – 84, 2001.
  • MANTHEY, J.A., GROHMANN, K., GUTHRIE, N. Biological properties of citrus flavonoids pertaining to cancer and inflammation. Curr Med Chem 8 (2), 135-53, 2001.
  • Middleton Jr, E., Kandaswami, C., Theoharides, T.C. The effects of plant flavonoids on mammalian cells: implications for inflammation, heart disease, and cancer. Pharmacol Rev 52 (4), 673-51, 2000.
  • Horowitz, R.M., Gentilli B. Flavonoid constituents of citrus. In: Nagy
  • S, Shaw PE, Veldhuis MK, editors. Citrus Science and Technology. Westport, CT: Avi Publishing Company Inc., 397-426, 1977.
  • Kurowska E.M., Manthey J.A. Hypolipidemic effects and absorption of citrus polymethoxylated flavones in hamsters with diet-induced hypercholesterolemia. J Agric Food Chem 52 (10), 2879-86, 2004.
  • Wilcox L.J., Borradaile, N.M., de DREU, L.E., HUFF, M.W. Secretion of
  • hepatocyte apoB is inhibited by the flavonoids, naringenin and hesperetin, via reduced activity and expression of ACAT2 and MTP. J Lipid Res 42 (5), 725-34, 2001.
  • Kurowska, E.M., Manthey J.A., Casaschi, A., Theriault, A.G. Modulation of HepG2 cell net apolipoprotein B secretion by the citrus polymethoxyflavone, tangeretin. Lipids 39 (2), 143-51, 2004.
  • Stewart, C. W., Kurowska, E. M., MANTHEY, J.A., DAUGHERTY, A. Nobiletin, a citrus flavonoid isolated from tangerines, selectively inhibits class A scavenger receptor-mediated metabolism of acetylated LDL by mouse macrophages. Atherosclerosis 178, 25-32, 2005.

 

Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

2 Comments

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER