Quando Você Treina e Emagrece, para Onde vai a Gordura Eliminada?

Se você perguntar isso a um profissional de saúde, ele vai lhe dizer que a gordura que queima durante o exercício é usada como combustível para gerar energia e calor. Outros podem lhe dizer que ela é excretada na urina ou fezes, enquanto outros acham que as gorduras são transformadas em músculo. Afinal, o que acontece?

Você queima mais calorias no verão ou no inverno?

Quando chega o verão e os dias estão mais quentes, muita gente logo se anima a praticar atividades físicas. É hora de suar a camisa para perder aquelas calorias, emagrecer e ter um corpo mais saudável e bonito. E aí você se pergunta: será que estou queimando todas as calorias que gostaria? Ou será que no inverno esse gasto seria mais eficiente?Isso é uma dúvida comum, e vou esclarecê-la. Quando se exercita no tempo frio, você queima menos calorias do que no tempo quente, porque quanto mais calor, mais esforço faz o seu coração para evitar o excesso de aquecimento.

Infográfico hCG |Perca até 17KG em 40 dias com o hCG!

O tratamento com hCG não é milagre, é pura ciência! Em meio a uma sociedade que se torna cada dia mais obesa, o uso do hCG, um hormônio natural produzido pelo seu próprio corpo, ajuda na perda apenas da gordura acumulada, mantendo sua massa muscular e a força do seu organismo. Confira abaixo um infográfico sobre hCG que explica de forma detalhada os incríveis benefícios desse tratamento:Compartilhe esse Infográfico no seu site (copie e cole o código HTML abaixo)

Quer emagrecer de verdade? Então, leia esse texto!

Engana-se quem pensa que o protocolo do hCG é apenas um programa de emagrecimento. Ele tem sido considerado um novo paradigma para a perda de peso permanente, pois é endereçado ao que falta nos outros regimes. Ele age na desregulação do hipotálamo, que é a causa da obesidade.Imagine uma pessoa com excesso de peso e que já está exausta de ouvir pessoas magras dizendo que os gordos devem mudar suas dietas e fazer mais exercícios. Como se as pessoas acima do peso já não tivesse tentado isso.

Saiba quais são os 7 mitos mais comuns relacionados às dietas de alta proteína

Quero iniciar essa nossa conversa dizendo a você que eu tenho usado dietas de pouco carboidrato e muita proteína e gordura e que tenho alcançado efeitos muito bons, especialmente nas condições pioradas, tais como a diabete, fadiga crônica, fibromialgia e as doenças cardíacas, todas ligadas à ingestão de carboidratos.Fiz questão de começar comentando isso com você, pois infelizmente, alguns peritos ainda acreditam que o consumo excessivo de proteínas, especialmente a animal, pode resultar em doenças cardíacas, derrames, osteoporose, câncer e pedra nos rins.

Saiba qual é a relação entre a taxa metabólica basal e uma alimentação correta

É muito comum imaginarmos que o modo racional de perder peso é a obsessiva redução das calorias que ingerimos. Só que isso não é bem assim. A perda de peso está mais ligada à qualidade e varidade dos alimentos que consumimos. Se quisermos perder peso de forma eficiente, devemos mudar nossa alimentação, nosso estilo de vida e, então, a nossa taxa metabólica basal se elevará naturalmente, chegando a um peso menor.Cada um de nós tem a sua própria taxa metabólica basal; ela é determinada pelo que comemos e pelo modo como vivemos. Existem indivíduos com uma taxa menor e que absorvem mais calorias do que de fato eles precisam, mesmo ingerindo uma quantidade bem menor do que a de uma pessoa magra, e acabam acumulando esses excessos nas células de gordura branca. Nos indivíduos com taxa metabólica alta os músculos, cérebro, pulmão, pele e sangue requerem mais calorias e com isso promovem sua queima rapidamente e com mais eficiência.

A leptina e a perda de peso

Esse hormônio, que é produzido pela gordura, tem a função de dizer ao cérebro como andam as reservas de energia. Se estão baixas, sente-se fome. Altas, levam à sensação de saciedade.Nas pessoas cujo organismo oferece resistência à ação da leptina, e que podem ser identificadas por um simples exame de sangue, a mensagem de saciedade não chega corretamente ao cérebro.

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER