Mineralograma: o Exame de Cabelo que descobre se há metais tóxicos no seu corpo!

Diferenciar nutriente e tóxico é, muitas vezes, arbitrário. Há nutrientes que podem tornar-se tóxicos, dependendo da quantidade fornecida ao organismo, como o oxigênio e a água, por exemplo. Como se diz em latim:“dosis sola facit venenum” – somente a dose faz o veneno. Entre os mais antigos venenos conhecidos pelo homem estão os metais pesados, que provêm de diversas fontes: ar, água, solo e alimentos.Porque hoje em dia há tanta preocupação com os metais pesados? Principalmente porque eles podem causar, simular ou potencializar diversos sintomas ou doenças, além de induzir o médico a um falso diagnóstico! O sintoma número um da presença de metais pesados no organismo é o cansaço, porque muitos desses se ligam a enzimas na membrana celular e na mitocôndria, onde a energia é sintetizada. Além disso, eles impedem a entrada dos “bons” minerais, como zinco, magnésio, manganês etc., colocando-se no lugar desses minerais.Quando isso ocorre, o funcionamento celular altera-se, perde sua eficiência e ação, gerando doenças.A simples retirada desses metais do organismo dá condições para a recuperação da saúde!

Conheça quatro testes médicos que podem salvar o seu cérebro

Você saberia responder com que velocidade e quão bem o seu cérebro está envelhecendo?  Sabe dizer se ele está vencendo ou perdendo a batalha contra os radicais livres, ou ainda, se está produzindo a quantidade suficiente de antioxidantes?Será que o seu cérebro – e o seu corpo – estão sendo destruídos por inflamação?

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER