Light nem sempre é melhor

O medo de engordar tem sido responsável por uma verdadeira invasão dos chamados alimentos light. Só que é ilusão pensar que eles sejam iguais aos seus similares orgânicos e naturais, ou que seu uso constante não desencadeie efeitos colaterais indesejáveis. Aqueles cuja redução calórica se dá pela substituição do açúcar por aspartame trazem sérias ameaças à visão e ao sistema nervoso central, além de estarem relacionados ao surgimento de câncer, principalmente de tireóide.Já os chamados low fat, com menores índices de gordura, são alvos de estudos que evidenciam aumento no nível de colesterol ruim, associado a seu consumo. Se a intenção é emagrecer, sem prejuízo para a saúde, a dica é seguir as recomendações do livro Fazendo as Pazes com Seu Peso, de Wilson Rondó Jr., ed. Gaia.

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER