Microorganismo presente em transgênicos reduz a fertilidade!

Não se sabe ainda o que ele é, mas está causando um estrago de grandes proporções. Para se defender, cuide da alimentação.Infertilidade e abortos espontâneos têm crescido muito em animais e o resultado é o aumento de inseminação artificial. No gado, em média eram necessárias 1,5 inseminações para alcançar o objetivo. Hoje, em alguns países não se chega ao sucesso com menos de 4 a 8 tentativas de inseminação. A origem do problema está em alimentar animais com transgênicos que apresentam alta concentração do herbicida glifosato. Milho e soja, presentes em silagens, são os mais comuns.

Se quer engravidar, fuja da soja!

A soja transgênica prejudica a fertilidade e pode causar má-formação fetal!A soja transgênica prejudica a fertilidade e pode causar má-formação fetal!Inúmeras pesquisas condenam a soja como alimento, por diferentes razões. Agora, um estudo brasileiro sugere que se tenha cautela com a soja transgênica, já que pode estar relacionada à baixa fertilidade. Acredita-se que esse tipo de soja estimule a produção excessiva de estrogênio e lesione a glândula pituitária (hipófise), com prejuízo para a produção adequada de importantes hormônios, como endorfina, prolactina, hormônio do crescimento, ocitocina e outros.

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER