Diabetes: ou a medicina revê seus tratamentos ou perde a guerra!

Nesta semana, o combate ao diabetes tipo 2 não passa em branco. Eu pergunto: será que estamos tratando o problema da forma certa?A resposta é não. Acumulam-se as evidências de que certas medicações amplamente usadas não fazem efeito e, pior, agravam a doença. A história de medicamentos vilões não é nova. O Viox é um exemplo clássico da medicina convencional que não deu certo. Era mais bandido que mocinho, complicou a saúde de muita gente. E inúmeros outros remédios, para diferentes doenças, simplesmente não estão funcionando.

Tire suas dúvidas sobre diabetes

Falta de informações corretas pode dificultar o tratamento.Por mais que a diabetes seja uma doença cada vez mais comentada, muito do que ouvimos falar sobre ela pode estar incorreto. Há uma enorme quantidade de desinformação circulando sobre essa doença epidérmica. Infelizmente, essa confusão faz com que uma boa parte das pessoas com diabetes não tenham noção do que fazer para reverter o problema e, o mais preocupante, muitas pessoas nem sabe que tem a doença. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde aproximadamente 50% da pessoas com diabetes do tipo 2 não sabe que tem consciência que tem diabetes.

Perda de memória, saúde mental independe da idade

Perda de memória não faz parte do processo de envelhecimento.Mesmo pequenos lapsos não devem ser vistos como normais. A causa está em lesões cerebrais do mesmo tipo que ocorrem no mal de Alzheimer. Calma, não se assuste. Isso não significa que haverá uma fatal evolução para demência séria. Menos estresse, alimentação adequada e um bom programa de exercícios físicos podem interromper e até reverter a evolução das lesões.

Dores nos pés

Hoje, até jovens de 20, 30 anos são afetados. Entre as causas, destaque para exercícios sem orientação.Ligamentos, músculos, 33 articulações, 100 tendões e 26 ossos compõem a arquitetura dos pés. Convém cuidar bem deles, já que a pressão que suportam corresponde a cerca de 120% do peso do corpo. Especialmente os adeptos de atividades físicas devem procurar um médico ao sentir qualquer desconforto. Quase sempre as dores surgem por calçado inadequado, excesso de  exercícios ou problemas orgânicos. Mesmo que sejam inevitáveis, é possível suavizá-las ou impedir sua evolução.

Leite,Leite!

O leite, alimento destinado pela natureza a alimentar os jovens de cada espécie, é especialmente designado para o rápido crescimento das crianças.Nenhuma espécie de mamíferos consome leite na idade adulta.Para quase 25% das pessoas, a intolerância aos laticínios pode causar reações alérgicas, digestão pobre e o aparecimento de alteração de mucosa gastrintestinal. O organismo humano, em geral, não processa facilmente o leite de vaca, o creme de leite ou o queijo. Temos a tendência de ingerir em excesso esse tipo de alimento, o que provoca contínua e cumulativa tensão nos órgãos de excreção e no sistema venoso.Mesmo as pessoas que não apresentam sensibilidade aos laticínios reportam o aumento de energia a pararem de consumi-los.

Excesso de ferro aumenta o risco de diabetes

Diabéticos e pessoas com propensão a desenvolver a doença – grupo constituído, principalmente, por quem tem casos na família – devem estar atentos a dietas com excesso de ferro.Cuidados com esse nutriente são parte da rotina dos diabéticos, mas seu papel na ampliação do risco para quem ainda não desenvolveu a doença ainda é pouco difundido. A suspeita, existente há décadas, vem sendo confirmada por novos estudos: o excesso de ferro aumenta as chances de desenvolver diabetes.

Gordura trans, a inimiga oculta

Presente em bolachas, salgadinhos, cremes e outras delícias, é a gordura mais prejudicial para o sistema vascular, mas só agora começa a despertar a atenção dos órgãos de saúde.Embora seus efeitos nocivos já fossem apregoados pela medicina preventiva ortomolecular há algum tempo, só agora a chamada gordura trans entrou na mira de órgãos oficiais de saúde, como o americano FDA (Foods and Drugs Administration), que vai exigir a especificação de sua presença nos rótulos de alimentos processados.

Desnutrição high tech

Desenvolvimento nem sempre é sinônimo de boa saúde.O país mais rico e poderoso do mundo está mal de saúde. Os progressivos índices de doenças cardiovasculares e autoimunes, de câncer, diabetes, osteoporose e obesidade mostram com clareza: os EUA estão sucumbindo à nutrição deficiente. De cada 5 americanos, 4 são mal alimentados, o que pode causar sintomas vagos como cansaço, dor de cabeça e falta de concentração. A razão é simples: a população consome cada vez mais calorias.

Pimenta é tudo de bom

Vistas com desconfiança por quem não aprecia sua picância, a pimenta hortícola é ótima aliada da saúde. Os árabes antigos e a medicina ayurvédica sempre a valorizaram. E com razão. Ricas em cálcio e vitaminas A e C, elas têm propriedades antioxidantes e antiinflamatórias. São consideradas cicatrizantes, antidiarréicas e adstrigentes.Ao contrário da pimenta-do-reino, não lesam o estômago e ainda combatem parasitas.

Vinagre combate o diabetes e emagrece

Pessoas com diabetes tipo 2, outras com propensão ao diabetes e um grupo de saudáveis fizeram o teste. Cada grupo consumiu vinagre ou placebo antes de um café da manhã rico em carboidratos e verificou-se que ingerir 1 colher de chá de vinagre com altas concentrações de ácido acético, antes de se alimentar, reduz as taxas de insulina e glicose, que se elevam sempre após a alimentação.Outro estudo, com um grupo de pessoas tomando vinagre antes das duas principais refeições do dia e outro grupo tratado com placebo, apresentou um surpreendente efeito colateral: em um mês, os tomadores de vinagre perderam de 4 a 7 quilos, enquanto o peso dos outros não se alterou.

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER