Especiais

Os stents podem provocar dependência de diluentes sanguíneos pelo resto da vida

Entre as minhas constantes pesquisas e estudos acabei encontrando dois textos que chamaram muito a minha atenção para o tema que vamos tratar neste artigo. Esses textos foram publicados um na página www.foxnews.com, e o outro em www.newsmaxhealth.com.

De acordo com as matérias, os procedimentos realizados com stents são um contrato de alto risco e com repercussões que podem durar para sempre. Portanto, se algum médico tentar te convencer a colocar um stent em uma artéria para prevenir contra a formação de coágulos sanguíneos e enfartes, exija uma segunda (terceira, quarta, quinta) opinião.

Estudos estão indicando que ter um stent é como estar preso a um daqueles sonhos que não parece ter fim em que você escolhe uma porta para atravessar, mas acaba voltando sempre ao mesmo lugar.

Em geral, as pessoas pensam que não vão mais precisar se preocupar; que se trata de um procedimento simples e que poderá salvar a sua vida. Mas, uma vez instalado, o paradoxo começa. Você recebe imediatamente uma prescrição para um diluente sanguíneo, pois o seu milagroso stent também  faz o (des)favor de elevar o seu risco para coágulos sanguíneos.

“Mas, poxa! Preocupar para quê, não é mesmo? Você só terá que tomar uma droga e uma aspirina diária por um ano”. É isso o que vão te dizer por aí. E como que num passe de mágica, o perigo vai desaparecer, pelo menos aparentemente.

Ouviu o que eu disse? Aparentemente! É claro que o perigo não desaparece. As novas pesquisas revelam que o seu risco de coágulos e enfartes é menor se você continuar tomando diluentes sanguíneos por um ano e meio, mas depois disso…

O tempo vai passar e você ainda não estará a salvo. Se você parar de tomar os diluentes sanguíneos o seu risco para enfarte aumenta novamente, é o que revelam os estudos.

Não tomar as drogas coloca você novamente em risco, e tomar as drogas te coloca em risco para sangramentos sérios. Quanto mais tempo você os tomar, maior será o risco, especialmente se você for frágil, estiver na terceira idade e/ou for propenso a hematomas e sangramentos nasais.

Ah! E você ainda não ouviu a pior parte. Se você receber um stent sem uma emergência de vida ou morte, ele pode ser do mesmo grau de utilidade do que úberes em um touro.

Recentemente, um estudo nos Estados Unidos revelou que os cardiologistas estão indicando os stents de maneira excessiva. Afinal, é um procedimento bastante simples, rápido e rede um bom dinheiro (opa!). Por isso ele é tão indicado. O relatório descobriu que dois a cada três stents eletivos são completamente desnecessários. E olha que metade dos stents são eletivos, hein?!

Para se ter uma ideia, só nos Estados Unidos em 2012, mais de 4 mil pacientes com stents sofreram sérios danos, incluindo artérias perfuradas, coágulos sanguíneos e outras complicações. Quase 800 deles morreram.

Não faça parte destas estatísticas. Se o seu médico te diz que é hora de ter um stent¸ diga a ele que é também hora de obter uma segunda opinião.

[divider]

Referências Bibliográficas:

  • Stents cardíacos pode requerer uso mais prolongado do uso de diluentes sanguíneos  (www.foxnews.com)
  • O abuso do uso de stents cardíacos está ligado a mortes (www.newsmaxhealth.com)

 

 

Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)
Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER