Especiais

Você sabe qual a melhor forma para se prevenir da ressaca?

Está ouvindo? São os sons do Carnaval que se aproxima. Lá vem ele descendo ruas, ladeiras e avenidas. Então, é bom já ir se preparando, pois o bloco vai passar e te deixar uma bela de uma ressaca!

O Carnaval é a época do ano em que os brasileiros mais bebem, superando as festas de Natal e Ano Novo. Portanto, para evitar todos aqueles sintomas bem conhecidos como cansaço, náusea, dor abdominal, dor de cabeça, vômito, tonturas, acho importante que você entenda o que ocorre e como montar um programa preventivo contra a ressaca.

Alterações bioquímicas mais importantes

O álcool estimula uma série de reações no seu corpo que contribui para o aparecimento dos sintomas da ressaca, como:

1 – Aumento de frequência urinária:

O álcool inibe a secreção de vasopressina, um hormônio antidiurético que faz você urinar mais, com isso elimina mais eletrólitos.

2 – Desidratação:

Com o aumento da micção, há mais risco de ficar desidratado, com isso o cérebro perde água e você tem uma maior sensação de cansaço e tonturas.

3 – Aumento de Acetaldeido:

Quando o álcool chega ao fígado, uma enzima chamada álcool desidrogenase é degradada em acetaldeido, que na verdade é 30 vezes mais tóxica que o próprio álcool. Nesta fase, o seu corpo procura usar o estoque de enzima acetaldeido desidrogenase e glutationa, um poderoso antioxidante que é fundamental para a desintoxicação degradando o acetaldeido em acetato (algo similar ao vinagre) que é menos lesivo. Porém, se você bebe muito, esse estoque de glutationa se torna reduzido, o que permite que o acetaldeido aumente no seu corpo, causando os efeitos da ressaca.

4 – Bioprodutos da fermentação:

Incluem aqui acetona, acetaldeido e taninos. Estes podem piorar a condição da ressaca. Estão mais presentes em bebidas escuras, como uísque e vinho tinto.

5 – Efeito rebote da glutamina:

O álcool inibe a glutamina, um estimulante natural do seu corpo, gerando efeito depressivo, fazendo com que você caia no sono facilmente. Porém, quando se para de beber, o seu corpo procura elevar esse estoque de glutamina, o que causa um sono perturbado e pode até acordá-lo. Esse efeito rebote da glutamina pode gerar cansaço, ansiedade e até hipertensão arterial o que frequentemente ocorre na ressaca.

6 – Alterações gástricas:

Como o álcool irrita a mucosa gástrica, aumenta a produção de ácidos no estômago, o que promove náusea, vômito e dor abdominal.

7 – Alterações da glicemia:

O álcool pode levar a alteração da glicemia o que leva a tremores, alteração de humor e cansaço.

8 – Alterações vasculares:

O álcool promove uma vasodilatação, o que estimula a dor de cabeça.

9 – Resposta inflamatória:

O álcool estimula uma reação inflamatória fazendo com que o seu sistema imunológico incite agentes que provocam a ressaca, como alteração de apetite, distúrbio de concentração e problema de memória.

Programa preventivo antes de beber

Para evitar este desconforto pós-bebida e as consequências negativas que isso implica em termos de saúde, sugiro que você faça o uso de pelo menos um dos elementos abaixo uma hora antes começar a beber. Isso irá promover uma pré-desintoxicação em seu organismo.

  1. N-Acetyl L-Cysteína: Este aminoácido é importante, pois aumenta a produção de glutationa e reduz a toxicidade do acetaldeido que causa muitas manifestações da ressaca.
  2. Complexo B: Esta associação, especialmente pela presença de vitamina B1 e vitamina B6, ajuda a proteger o fígado. Além disso, o álcool depleta vitaminas do complexo B.
  3. Vitamina C: Trata-se de um potente agente antioxidante que protege o fígado contra a agressão do álcool.
  4. Magnésio: É o mineral mais depletado na presença do álcool. Tem efeito anti-inflamatório e reduz os sintomas da ressaca.
  5. Silimarina: Fitoterápico antioxidante que ajuda na proteção do fígado contra toxinas, especialmente o álcool e estimula a produção da enzima antioxidante glutationa, o principal protetor do fígado.
  6. Gengibre: Age protegendo o estômago, além de ser um anti-inflamatório fundamental para o fígado.
  7. Curcumina: Possui uma ação protetora do estômago, além de ser um anti-inflamatório fundamental para o fígado.
  8. Óleo de coco: Ajuda na geração de energia e protege a absorção a nível gástrico do álcool. Use quatro cápsulas ou duas colheres de sopa. Além disso, é rico potássio muito espoliado na ressaca.
  9. Óleo de oliva: Apenas duas colheres de sopa são suficientes para blindar a absorção do álcool a nível gastrointestinal.

Além das medidas acima que ajudam na metabolização e eliminação do álcool, aconselho também:

  • a manter-se hidratado enquanto bebe e no dia seguinte;
  • a alimente-se antes e durante o uso de bebidas, pois isso faz com que seu organismo assimile menos e mais lentamente a bebida;
  • a repor eletrólitos no dia seguinte consumindo bastante água de coco e/ou caldo de osso;
  • a ficar fora de acetominofen, um analgésico que coloca muita carga no seu fígado;
  • a consumir ovos: rico em n-acetil l-cisteína, eles podem ajudar na sua recuperação pelo aumento de produção de glutationa, a principal enzima antioxidante e protetora hepática.

É importante você ter ciência que o álcool é uma neurotoxina que pode envenenar o seu cérebro e comprometer o seu equilíbrio hormonal, portanto use com moderação e aproveite bem todos os dias de folia!

[divider]

Referências Bibliográficas:

– Agents and Actions.  April 1974 vol. 4 Issue 2, pp 125-130

– Mayoclinic.com Hangovers

– Indian Journal of Clinical Biochemistry.  2006 Oct 43(5):306-11

Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER