Atividade Física

Praticar exercícios reduz os efeitos adversos do álcool

Todos nós sabemos que os exercícios são pilares da boa saúde. Agora, caso você beba álcool regularmente, eles são ainda mais importantes! O consumo de álcool, apesar de ser um assunto controverso, quando moderado, mostra-se inofensivo e apresenta alguns benefícios para a saúde.

Os estudos mostram que pessoas que bebem 1 a 2 drinks por dia tem significante redução de risco de morte por doença cardíaca, ou por qualquer causa quando comparado com indivíduos que nunca bebem. Isso é tão claro que, segundo as últimas diretrizes alimentares americanas, o consumo moderado de álcool é benéfico, apesar de alguns estudos apontarem risco de doenças crônicas como o câncer, mesmo em doses moderadas.

Porém, recentemente, um estudo publicado no British Journal Of Sport Medicine, mostrou que indivíduos que bebem cronicamente, mas se exercitam 5 horas por semana, têm a mesma taxa de mortalidade de indivíduos que nunca bebem. Isso acontece basicamente pela neutralização da inflamação causada pelo álcool.

Foram avaliados 36.370 adultos ingleses e escoceses, sendo que cerca de 85% bebiam ocasionalmente ou frequentemente. Cerca de 13% deles eram “bebedores pesados”, ou seja, bebiam bastante, consumindo em média 14 ou mais unidades de álcool por semana.Observou-se que os indivíduos que faziam 2,5 horas de exercícios moderadamente intensos por semana reduziram o impacto biológico do álcool que bebiam.

Os que se exercitaram 5 horas por semana tiveram a mesma taxa de mortalidade que os abstêmios, mesmo se eram bebedores pesados. Só não cancelaram os malefícios do álcool os que beberam em níveis excessivos por semana (cerca de mais de 20 bebidas para mulheres e 28 ou mais para homens). E, segundo o Daily Mail:

“Nossos resultados fornecem um argumento adicional para o papel da atividade física como um meio de promover a saúde da população, mesmo na presença de outros comportamentos menos saudáveis”. O professor Matt Field, do U.K. Center for Tobacco and Alcohol Studies da Universidade de Liverpool, disse: “Este é um rigoroso pedaço de pesquisa com algumas conclusões claras. A relação entre beber em excesso e aumento do risco de morte é significativamente mais fraca em pessoas que são fisicamente ativas. Por conseguinte, parece que a atividade física pode compensar parcialmente alguns dos efeitos nocivos do consumo de álcool, particularmente os cânceres atribuíveis ao álcool”.

Outras substâncias que minimizam os danos causados pelo álcool

Existem outras substâncias que podem ajudar a diminuir os efeitos da bebida. Mas, atenção: esse “protocolo” não significa que você se tornará menos suscetível ao envenenamento gerado pelo álcool, mas sim que os danos do consumo serão minimizados.Por favor, use o bom senso e beba com responsabilidade:

  1. N Acetilcisteína (NAC) – é um derivado do aminoácido cisteína que aumenta a produção de glutationa (potente antioxidante endógeno) e reduz a toxicidade da acetaldeído, os causadores dos principais sintomas de ressaca.Use cerca de 200 mg meia hora antes de beber, para ajudar a reduzir a toxicidade do álcool.
  2. Silimarina – antioxidante que protege o seu fígado de toxinas, inclusive o álcool. Promove também aumento de glutationa, importante na regeneração hepática.Usar 200mg regularmente, caso você seja um indivíduo que bebe frequentemente.
  3. Vitamina C – é um importante antioxidante que inibe o estresse oxidativo causado ao fígado pela bebida, além de ser um poderoso desintoxicante.
  4. Complexo B – melhora o efeito da NAC, quando combinado com a vitamina B1.Já a vitamina B6 ajuda a reduzir os sintomas de ressaca. O álcool depleta o complexo B normalmente, então a sua reposição é importante, pois ajuda na eliminação do álcool do seu corpo.Pode-se usar um complexo B, antes de se beber e no dia seguinte.
  5. Magnésio – por ser um mineral depletado pelo álcool, é importante a sua reposição. Além disso, tem ação anti-inflamatória e reduz efeito de ressaca.Deve ser usado antes e no dia seguinte.
  6. Lítio – porém neste caso, deve ser o oratato de lítio e não o carbonato de lítio.Este melhora a sua recuperação do excesso de bebida. Além disso, quando usado regularmente, tem efeito inibidor do desejo por álcool.

Saber que você pode atenuar os efeitos do álcool exercitando-se mais é fantástico, mas lembre-se que o consumo de álcool tende a dificultá-lo de atingir seus objetivos físicos.Ele contribui para desidratação, ganho de peso e pode até afetar a produção de testosterona e síntese de proteína muscular, comprometendo suas chances de melhorar fisicamente e criar mais massa muscular.Mas, como ficou a mensagem, ele previne os mais sérios problemas de saúde.Reflita e, se for beber, que seja com bom senso!

Referências bibliográficas:

  • lcoholism: Clinical & Experimental Research 2013 Sep;37(9):1508-15
  • British Journal of Sports Medicine August 31, 2016
  • Time September 7, 2016
Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER