Saúde

Os perigos da terapia de reposição hormonal

Eu sei que nunca tive que passar pela menopausa, mas não demanda muita imaginação para saber que qualquer alívio em potencial dos seus sintomas não pode equivaler-se às taxas mais altas de câncer ovariano, câncer de mama e de derrame que vão de mãos dadas com a terapia de reposição hormonal (TRH).

Mas, poxa, você não terá surtos de calor se estiver morta, certo?  E é assim que você pode acabar ficando se você optar por tomar a TRH.

No que pode ser o último prego no caixão da TRH, o Journal of the American Medical Association publicou um relatório com as evidências mais prejudiciais até hoje:

  • As mulheres que tomam as pílulas de reposição hormonal tem chance dupla de morrer de câncer de mama

Isto vai diametralmente contra o “pensamento prevalente” anterior… a noção que, mesmo aumentando o seu risco de câncer de mama, era o tipo de câncer que seria “favorável e não um problemão.”

Será que as pessoas realmente acreditavam nisso?

Eu acho que elas ainda acreditam, pois a Indústria Farmacêutica ainda está ganhando bilhões com estas poções causadoras de câncer. Mas quando o Dr. Rowan Chlebowski, do Instituto de Pesquisas Biomédicas de Los Angeles, analisou os dados sobre mais que 12.000 mulheres do Estudo de Iniciativa da Saúde da Mulher, ele descobriu que, comparado às mulheres que tomavam o placebo, duas vezes mais mulheres que tomavam a TRH morreram de câncer de mama.

Ele também descobriu que as mulheres que desenvolveram câncer de mama e que tinham tomado a TRH tinham 50% a mais de probabilidade do câncer espalhar-se aos gânglios linfáticos do que as mulheres que tomavam o placebo.

Dadas as últimas informações – mais os anos de pesquisa negativa que vieram anteriormente – você pensaria que os médicos começariam a procurar alternativas.  Ao invés disto, só estão procurando desculpas.  Senão, por que eles continuariam a prescrever esta coisa e achar que simplesmente com a diminuição da dose isto se tornaria mais seguro?

Tem havido pesquisas comprovando isto?  Não!

Mas aqui está o que as pesquisas comprovaram de fato:

  • Um estudo nos Archives of Internal Medicine descobriu que as mulheres que tomam a TRH têm 21% mais probabilidade de desenvolver pedras nos rins.
  • Um estudo no Lancet descobriu que a TRH aumentava o número de mortes por câncer pulmonar.
  • E, como você talvez se lembre, os pesquisadores tiveram que interromper precocemente o estudo da Iniciativa da Saúde da Mulher por causa do aumento estarrecedor do risco de câncer de mama, enfarto e derrame.

Eu não sou contra a terapia de reposição hormonal – você apenas deve certificar-se de que esteja tomando hormônios bioidênticos.  Os hormônios bioidênticos são feitos de substâncias naturais dentro do corpo da mulher – ao contrário da versão da Indústria Farmacêutica, que provém de estrógenos de cavalo.

Todas as pesquisas mostram que os hormônios bioidênticos são mais seguros e mais eficazes do que as moléculas patenteáveis. Eles têm menos efeitos colaterais e podem reduzir o risco de doenças cardíacas, doença de Alzheimer e câncer de mama.  Além disso, podem melhorar a memória, a concentração, o humor e os padrões de sono. As evidências sobre os benefícios dos hormônios bioidênticos – e sobre os perigos da reposição hormonal com hormônios sintéticos – é difícil de ignorar. Agora, tome a decisão certa e tenha uma Supersaúde!

 

Referências bibliográficas:

  • Australian Doctor, 29 Aug 97, p3
  • JAMA 1991. p 1985
  • N Engl J Med. 1989 Aug,3.  p 293
  • British Medical Journal 2005;:38331.655347.8F
  • American Journal of Public Health 2013 
  • Arch Intern Med. 2005; 165:1582-1589
  • Altern Med Rev.  2006;11:208-223
  • Lancet.  2003;362:428-432
  • J Clin Endocrinol Metab.  1991; 72:374-381
  • Lancet.  1993;342:133-136
  • N Engl J Med.  2003;349:535-545
  • Postgrad Med.  2009;121:73-85

 

Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER