Alimentação

Perigo Oculto

Jovem e sarado também corre risco de doenças cardiovasculares,mesmo quando o colesterol é baixo. Veja como se proteger a partir de um simples exame de sangue.

As doenças cardiovasculares são as que mais matam no mundo industrializado e estão fazendo vítimas cada vez mais jovens: a vida moderna tem seu preço. O impressionante é que cerca de 40% dos doentes não apresentam fator de risco aparente, sendo que os exames de ¼ das pessoas que sofrem ataque cardíaco apontam índices normais de colesterol.

De olho nesses dados, mesmo quem leva uma vida aparentemente saudável precisa tomar cuidado, já que nem o mais empenhado saradão está a salvo. Como a obstrução das artérias não se deve apenas ao colesterol, mas a uma combinação entre o LDL colesterol e a lipoproteína A, ou Lp (a), se o exame de colesterol der normal, pesquise a quantidade de Lp (a) no sangue. Os índices ideais não devem ultrapassar a 10 mg/dl. Entre 11 e 24 mg são teores aceitáveis, enquanto 25 mg ou mais consideram-se muito altos.

A Lp (a) entra em ação quando uma artéria é lesionada e o organismo não conta com vitamina C suficiente para produzir colágeno e repará-la. É um substituto – forma uma placa sobre a lesão e, infelizmente, continua a se desenvolver. Retirá-la, para restaurar a saúde da artéria, só agrava o problema.

O aumento da Lp (a) torna o sangue mais viscoso, interfere na coagulação sangüínea e está relacionado com aterosclerose de um modo geral, enfarto cerebral e do miocárdio. A tendência para produzir Lp (a) é genética e a observação de casos na família é razão para pesquisá-la, por ser um dos indícios mais precoces das doenças cardiovasculares.

Prevenção à mesa

Fuja das gorduras trans – Aumentam a Lp (a) bem mais que as gorduras saturadas.

Consuma Vitamina C – O organismo precisa dela para reparar as artérias e não produzir o Lp (a).

Enriqueça a dieta  – Coma frutas, verduras, legumes, castanhas e ácidos graxos essenciais, que contribuem para baixar as taxas da Lp (a).

Não abuse da soja – Pesquisas sugerem que esse vegetal aumenta a Lp (a).

Suplemente a alimentação – O uso de nutrientes como Hexanicotinato de Niacina, N-acetyl cysteína, vitamina C, L-lisina, L-prolina e Neomicina pode reduzir os índices de Lp(a) no sangue.

Lembre-se: a orientação do seu médico é muito importante para sua saúde. Não tome nenhuma iniciativa sem consultá-lo.

 

Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER