Alimentação

O que é Melhor: Vinho ou Cerveja?

Coma isso, não coma isso…

Com qual frequência você se depara com um menu para decidir o que comer? O que você escolhe? Pode ser que esteja pensando em pedir uma costela de dar água na boca e uma cerveja bem gelada, certo?

Mas, uma voz bem baixinha atrás da sua cabeça lhe diz: “vamos ser honestos”… Ou é a voz da sua esposa nos seus ombros que lhe diz para que peça a opção saudável.

Tem algo mais frustrante que isso? Ser incomodado pelo alimento que deseja consumir? E sem ver nenhum resultado?

Mas, veja…

Pode ser uma surpresa para você que a alimentação que considerava a opção saudável, na verdade, é a pior escolha? A ideia dominante do que é ruim de comer pode não estar correta. Muitas vezes, o alimento que você deseja é a melhor opção.

Vinho ou cerveja?

Independente de qual seja melhor, você precisa lidar com eles de maneira saudável, pois o excesso de bebida causa sérios riscos de saúde, incluindo aumento de evidência de doença hepática e diversos tipos de câncer.

Além dos benefícios cardiovasculares, sua grande virtude é que pode substituir uma sobremesa rica em carboidratos, pois ao contrário da crença popular, álcool não engorda, apesar do seu alto nível calórico, isso obviamente quando consumido com moderação.

Certamente você tem ouvido falar dos benefícios de saúde do vinho tinto, rico em antioxidantes e com efeito anti-inflamatório para o corpo. Contém Resveratrol, que protege os vasos sanguíneos, reduzindo o LDL (mau) colesterol, e previne a formação de coágulos sanguíneos, com efeitos benéficos de polifenóis no equilíbrio dos níveis de açúcar no sangue, dando ao vinho tinto potencial especial de proteção.

Porém, outros estudos mostram que não é só o vinho tinto que tem benefícios: em quantidades moderadas, qualquer tipo de bebida alcoólica pode ajudar o seu coração: vinho, cerveja ou bebida destilada.

De acordo com eles, o consumo moderado propicia:

  • eleva o HDL colesterol (bom)
  • reduz formação de coágulos sanguíneos
  • melhora a pressão arterial

Por outro lado, estudos usando modelos animais têm mostrado que cerveja pode prevenir carcinogenese e osteoporose. Cerveja gera plasma sanguíneo com maior proteção antioxidante, e Isohumulones, uma substância azeda derivada do lúpulo que pode prevenir e melhorar obesidade e diabetes tipo 2, melhorar o perfil lipídico e suprimir aterosclerose.

A cerveja é relativamente nutricional, pois contém mais proteínas e vitamina B do que o vinho. Um estudo Alemão, da Nutrition and Food ResearchInstitute, mostrou que bebedores de cerveja tem 2 vezes mais vitamina B6 no sangue do que bebedores de vinho.

Mas tenha em mente que consumo moderado é uma dose ou copo para mulheres e 2 para homens. A Harvard School of Public apresentou um artigo que confirma que bebedores moderados são 35% menos propensos a sofrerem um ataque cardíaco do que não bebedores, e isso vale para homens que bebem cerveja, vinho ou bebida destilada.

Recentemente, a Revista Diabetologia da Associação Europeia de Estudos de Diabete, publicou um estudo envolvendo 70.551 participantes, acompanhados entre 2007 e 2012, aonde homens que consumiam 14 doses de vinho, cerveja ou outro álcool por semana tiveram risco de diabetes 43% mais baixo em comparação com os abstêmios. Já as mulheres que ingeriam 9 doses por semana tiveram risco de 58% mais baixo, se comparadas as que não bebem.

Agora você já sabe: tanto o vinho quanto a cerveja, quando consumidos com moderação podem trazer benefícios para a sua saúde. Aproveite com consciência!

Referências bibliográficas:

  • O Estado de São Paulo. 28/07/17. A14
  • Time Magazine. August 30, 2010
  • Clinical and Experimental Research. November 2010; 34(11): 1-11
  • Cardiology Today. May 5, 2017
  • Am J ClinNutr. June 2010
  • Biochem Pharmacol. May 14, 2006;71(10):1397-421
  • AHA. May 4, 2017
Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER