Dieta

O meu conselho? Aposte no Café e na Cerveja para combater da Diabetes ao Câncer!

Quer uma boa maneira para brindar os muitos benefícios que o álcool pode oferecer? Então vá em frente e tome uma cerveja!

Os pesquisadores da David School of Medicine da UCLA descobriram que as pessoas que bebem com moderação são menos propensas a sofrer com os tipos de deficiências físicas que podem limitar a independência no final da vida. Para ser mais exato, essas pessoas são 25% menos prováveis de desenvolver essas deficiências.

Um dos coautores do estudo explicou que o consumo diário de pelo menos um drinque ajuda a desencadear os benefícios preventivos do álcool.

Em outro estudo, os pesquisadores da Medical University of South Carolina descobriram que tomar um ou dois drinques por dia pode diminuir o risco de doença cardiovascular em 38%. E se o vinho for a sua bebida preferida, você terá mais benefícios ainda. De acordo com esse estudo, bebedores de vinho tiveram um decréscimo de 70% nos eventos cardiovasculares.

Já te contei sobre vários estudos que provaram os benefícios de virar um copo, ou dois, de bebida por dia. Aliás, benefícios esses como uma resistência aumentada para a doença cardíaca e determinados tipos de câncer. Houve até um estudo que concluiu que uma bebida alcoólica diária pode afastar o declínio mental relacionado com a idade em mulheres com 70 anos ou mais.

Expulse a demência com esta bebida do café da manhã

Este é o tipo de pesquisa que deve enlouquecer os nazistas da saúde neste país. Mas o fato é que a evidência de todos estes estudos não pode ser ignorada. O álcool pode ser bom para você assim como o café, outra bebida com má fama. De acordo com as pesquisas, o café pode cortar o seu risco para Alzheimer em até dois terços.

O estudo publicado no Journal of Alzheimer’s Disease descobriu que beber de três a cinco xícaras de café pode reduzir o seu risco de desenvolver a demência do Alzheimer em até 65%!

Outro estudo publicado no jornal Stroke (Derrame) demonstrou que as mulheres que bebiam quatro ou mais xícaras de café por dia estavam 20% menos prováveis a sofrerem um derrame em comparação àquelas que bebiam menos do que uma xícara por mês. Você pensaria que isto é uma notícia ótima, não é mesmo? Mas o autor sênior do estudo, Rob van Dam, não conseguiu quebrar o vínculo com a maioria que odeia o café.

De acordo com Rob van Dam, “os resultados são confortantes no que se refere ao consumo do café e não parece ser prejudicial quanto ao risco de derrame”. Realmente, pois na verdade, ele reduz o risco!

Encha a sua xícara e veja o seu risco para a diabetes DESCER!

O café está cheio de antioxidantes e ainda reduz o risco de câncer de fígado e da diabete tipo 2 em até 50%. Ele faz tudo isso e ainda faz um belo trabalho ao te dar energia, focar a sua mente e aliviar o estresse. Eis aí um líquido bem ativo!

Para todos vocês, verdadeiros bebedores de café que estão perplexos, estamos falando aqui do café natural, não do descafeinado. Coisa boa, “java” pura! Esse estudo, especificamente, enfatizou que é o bom e velho café cafeinado que está rendendo estes resultados.

Ah, e mais uma coisa, meninas. A cerveja não é só para os homens. É importante vocês desfrutarem de uma cervejinha regular. Além de serem bem mais divertidas, também são extremamente saudáveis.

De acordo com pelo menos um estudo, a cerveja pode ser capaz de ajudar a construir os seus ossos e pode até ajudar a afastar a osteoporose. É provável que o conteúdo de silício na cerveja, que eu tenho relatado há anos, seja o que a torna tão amiga dos ossos.

E, senhoras, se vocês estiverem preocupadas com aquela temida barriga de cerveja, não se preocupem. Os pesquisadores espanhóis dizem que as bebedoras do líquido dourado não só tiveram resultados de testes que indicavam que elas eram menos prováveis a sofrerem de diabete e de doença cardíaca, como também tinham níveis menores de gordura corporal, eram menos prováveis a ganharem peso e algumas até perderam peso durante o estudo! Viu só?

A chave parece ser o que as apreciadoras da cerveja consumiam junto com a bebida. Neste caso, é justamente a dieta baixa em carboidratos e açúcar que eu tenho pregado a vocês há anos.

Então, a próxima vez que alguém tentar te dizer que tomar uma cerveja não é o que uma dama faz, sirva-se de outro copo alto e diga a essa pessoa que ela tem muito que aprender.

E se você quiser saber mais sobre as coisas boas que a cerveja, e o café, podem fazer por você, dê uma olhada nos arquivos do meu site www.drrondo.com. Você encontrará muito mais sobre os benefícios de uma xícara quente ou de uma caneca gelada para estimular a mente.

Referências Bibliográficas:
– Dark roast coffee is more effective than light roast coffee in reducing body weight, and in restoring red blood cell vitamin E and glutathione concentrations in healthy volunteers., Mol Nutr Food Res. 2011 Oct;55(10):1582-6.
– Coffee consumption and risk of chronic disease in the European Prospective Investigation into Cancer and Nutrition (EPIC)–Germany study.Am J ClinNutr April 2012
– Caffeine synergizes with another coffee component to increase plasma GCSF: linkage to cognitive benefits in Alzheimer’s mice. J Alzheimer’s Dis. 2011; 25(2):323-35.
– Greater consumption of coffee and tea may be associated with a lower risk of renal cell cancer. Int J Cancer. 2007 Nov 15; 121(10):2246-53.
– Coffee Consumption and Risk of Stroke in Women. Circulation February 2009
– Coffee Consumption and Risk of Stroke in Women. Stroke March 2011
– Beer Increases Plasma Antioxidant Capacity in Humans, J Nutr Biochem, February 2000; 11:76-80.
– Beer: A Dietary Source of Silicon”, The Lancet, January 22, 1994; 343:235.
– Nutritional and Health Benefits of Beer. Am J Med Sci, November 2000; 320(5):320-326.
– Meta-Analysis of Wine and Beer Consumption in Relation to Vascular Risk. Circulation, 2002; 105:2836-2844.
– Moderate Beer Consumption and Positive Biochemical Changes in Patients With Coronary Atherosclerosis. Journal of Internal Medicine, 1997; 242:219-224.
– Wine Is Not the Only Alcohol to Provide Mild Protection Against Coronary Heart Disease,” Bulletin of the World Health Organization, 1999; 77(7):611. Am J Public Health, 1999; 89:685-690.
– Homocysteine and Alcohol Consumption: An Ambiguous Relationship and a New Paradox. Presse Med, 2003; 32:262-267.

Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

3 Comments

  1. Gostei muito de ler sou hipertensa e são muito importantes as dicas que o Dr. Rondó da para nós. Obrigado zelo muito minha saúde, faço exercícios diários e tudo o que posa me beneficiar…

  2. Achei muito produtivo, importante e esclarecedores os artigos e procurarei seguir as sugestões. Parabéns e obrigado.

Deixe uma resposta para ubiratan bossoni Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER