Saúde

A Lua Cheia Influencia a Saúde?

Os possíveis efeitos da lua cheia sempre foi algo intrigante para nós humanos.

Muitas histórias eram contadas, mas sem nenhuma comprovação.

É comum os profissionais de saúde, nas salas de emergência e nos hospitais psiquiátricos, associarem a lua cheia a uma maior atividade, apesar dos estudos não comprovarem essa observação.

Acreditava-se que os médicos nesse período poderiam cometer mais erros nas cirurgias, algo totalmente sem sentido. Dizia-se que as pessoas apresentavam mais atividade gripal, mas, novamente, nada realmente comprovado.

Dormir sob a lua cheia

Por outro lado, a curiosidade científica sempre foi grande sobre o possível efeito da lua no corpo humano, o chamado “efeito lunar”.

Em 2000, uma pesquisa científica despretensiosa sobre esse assunto analisou a qualidade do sono, avaliando fatores como níveis de melatonina, tempo para adormecer, tempo adormecido e relatórios subjetivos de como os participantes se sentiam descansados ou não. Mas cerca de 15 anos após, esses pesquisadores perceberam que os dados desse estudo poderiam ser usados para avaliar o efeito da fase da lua no sono.

E agora, recentemente, surge um estudo publicado na revista Current Biology sugerindo que a lua pode ter um efeito prejudicial na qualidade do sono e no padrão de sono.

Foram analisados 33 participantes em um laboratório de estudo do sono, aonde se demonstrou várias mudanças nos padrões.

Os participantes dormiram em quarto completamente escuro, sem janelas, de modo que o efeito da luz extra de uma lua cheia não influenciaria.

Monitorados, os pacientes dormiam a noite no laboratório, permitindo que se registrasse quando adormeciam, quanto tempo dormiam e seus padrões de ondas cerebrais durante o sono.

O período de estudo no laboratório foi por 3 dias e ½, e os participantes não sabiam que um dos fatores de análise no estudo era a fase lunar. Nem os próprios pesquisadores sabiam.

Na verdade, as fases da lua não foram consideradas no estudo no momento em que os dados foram reunidos.
Mas as conclusões finais mostram que durante a lua cheia:

  • os participantes levaram mais tempo para caírem no sono, cerca de 5 minutos
  • tiveram 20 minutos a menos de sono
  • 30% menos de sono profundo
  • redução nos níveis de melatonina nesse período

Ou seja, mesmo em uma sala completamente escura, seu corpo parece ser afetado pelas fases da lua, recebendo menos qualidade de sono durante a noite e níveis mais baixos de melatonina, que é um fator chave na sua capacidade de dormir profundamente durante a noite.

Os pesquisadores acreditam que o efeito lunar sobre o sono pode estar relacionado ao aumento da quantidade de luz a que você está exposto antes de dormir nas noites de lua cheia, ou relacionado a um relógio lunar ainda desconhecido, semelhante ao seu relógio circadiano.

Esse mecanismo ainda não é claro, tanto é que estudos adicionais serão necessários para confirmar a relação entre as fases da lua e os padrões de sono.

Consequências do sono prejudicado ou falta de sono

  1. Pode afetar seu sistema imunológico
  2. Aumentar seu risco de doença cardíaca
  3. Elevar a pressão arterial
  4. Aumentar seu risco de doença de Alzheimer
  5. Afetar outras condições de saúde subjacentes, como doença renal esclerose múltipla ou distúrbios gastrointestinais
  6. Aumenta risco de câncer

Como a melatonina afeta o seu sono

A melatonina é um hormônio produzido na glândula pineal em seu cérebro, cuja principal função é regular o seu ritmo circadiano, além de controlar a produção e uso de outros hormônios. Isso tem um papel crítico na qualidade do sono.

Mas a melatonina apresenta também outras funções como:

  • poderoso antioxidante e antienvelhecedor
  • neuroprotetor cerebral
  • protetor contra os cânceres, em especial os de ovário, endométrio, mama, próstata e testicular
  • controla o tempo e a liberação de hormônios reprodutivos femininos
  • frequência e duração do ciclo menstrual
  • quando uma mulher começa (menarca) e quando para de menstruar (menopausa).

Além disso, há diversos estudos mostrando ações no ganho de peso, doença cardíaca, pressão arterial, saúde óssea e enxaquecas. As crianças apresentam maiores níveis de melatonina, que vão reduzindo com o avanço da idade, sendo que níveis mais baixos de melatonina estão relacionados ao envelhecimento.

A produção de melatonina é naturalmente regulada pelo seu corpo quando você está exposto à luz do dia e à escuridão noturna. Para que ocorra a liberação deste hormônio à noite, deve-se dormir em ambientes completamente escuros.

Além de desenvolver esse hábito de sono saudável, em alguns casos é aconselhável suplementar com melatonina de 3 a 5 mg.

Muitas vezes seu resultado de melhora da qualidade do sono não aparece na primeira noite, devendo-se continuar o seu uso.

E lembre-se, o seu sono afeta tudo, desde parte física, mental e emocional.

Referências bibliográficas:

  • Neuro Endocrinol Lett. 2004 Feb-Apr;25(1-2):115-8
  • Neurology, August 24, 2004; 63(4), 757-757
  • Ann Med. 2010 May 6;42(4):276-85
  • Rev Neurol. 2011 May 16;52(10):618-22
  • J Pineal Res. 2012 May;52(4):414-26
  • NIH News in Health, April 2013
  • Current Biology, July 2015; 23(15), 1485-1488
  • Science, L. & News, S. (2016)
  • Melatonin &Breast Cancer Focused Research | GreenMedInfo.com. (2016)
  • Melatonin. University of Maryland Medical Center. June 2016
  • Science Daily. 22 June 2016
Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER