Alimentação

Já ouviu falar em sal do Himalaia?

Para início de conversa, eu preciso que você saiba que o sal do Himalaia é o que tem a melhor relação sal/potássio entre os tipos de sal que consumimos, principalmente quando comparado ao sal marinho, ou celtico. O sal do Himalaia contém pouco sódio e muito potássio, chegando a 0,28% deste elemento, enquanto o marinho possui apenas 0,16% e o de mesa somente 0,09%.

Além destas diferenças nutricionais, você precisa entender que o sal de mesa processado não traz nenhum tipo de benefícios para a saúde, visto a quantidade de elementos químicos criados pelo homem e embutidos no produto.

O sal do Himalaia é, certamente, o mais delicioso sal que você pode encontrar, chegando, inclusive, a se tornar altamente popular entre chefs gourmets. Ele é um sal completamente puro, tendo sido maturado por mais de 250 milhões de anos debaixo de uma extrema pressão tectônica, livre de qualquer impureza e sem a presença de metais pesados e tóxicos industriais.

Ele é coletado e lavado manualmente e é minimamente processado garantindo a manutenção de seus 84 minerais de traços diferentes.

Outra vantagem é que o sal do Himalaia está na sua forma natural, guardando toda a sua energia vibracional intacta. Isso colabora no equilíbrio da saúde do seu corpo, promovendo o equilíbrio eletrolítico e mantendo o seu corpo em homeostase.

Benefícios do sal do Himalaia

Se as informações que te passei logo acima ainda não foram suficientes para te convencer de que o sal do Himalaia é infinitamente melhor, então tome nota destes outros benefícios que vou listar pra você agora:

  •  Regula a água corpórea.·.
  • Equilibra o pH dentro das células.
  • Reduz os sinais do envelhecimento.
  • Colabora no equilíbrio hidroeletrolítico corpóreo.
  • Ajuda a manter a glicemia saudável.
  •  Suporta a saúde respiratória.
  • Previne câimbras.
  • Fortalece os ossos.
  • Melhora a qualidade do sono.
  • Promove saúde vascular.
  • Colabora na regulação da pressão arterial.
  • Aumenta a libido.

Sal de Himalaia ou Sal marinho?

A resposta é óbvia. Mas, para que não pareça tão fácil assim, vamos falar mais sobre o assunto!

Bom, muitas pessoas pensam que o sal marinho é uma alternativa saudável ao sal de mesa, mas isso não é verdade. Nem nunca foi! E vou te explicar o porquê: os oceanos atualmente estão repletos de venenos, como o mercúrio, PCB e dioxina, que são lançados todos os dias ao mar pelas mãos dos homens.

E não é só isso. Por sua estrutura microscópica irregular, o sal marinho torna-se de difícil absorção pelo nosso corpo, havendo pouco aproveitamento dos minerais, ao contrário do sal do Himalaia que possui uma estrutura microscópica mais facilmente assimilável e com pouco gasto de energia.

Os sais de rocha ou de mina também não são substitutos ideais ao sal do Himalaia; estes, assim como o sal marinho, também possuem estruturas microscópicas de difícil assimilação e metabolização.

Além dos benefícios de saúde sobre os quais já conversamos, existem outras importantes aplicações para o sal do Himalaia, tais como:

  • Seio nasal: misture com água pura em um pote a 1% de solução salina com água morna e pingue nas narinas para tratar a congestão do seio nasal ou alergias.
  • Dor de garganta: faça gargarejo com 1% de solução salina (não engula).
  • Banhos oculares: lave os olhos com solução salina a 1%. Isso ajuda a aliviar olhos cansados e irritados.
  • Banho de imersão: estimula, hidrata e desintoxica a pele. Use a solução a 1% na pele por 15 minutos; em seguida, remova com uma toalha molhada. Não tome banho logo em seguida. Essa solução é muito semelhante ao seu fluido corpóreo.

 

Referências bibliográficas:

  • Prevent Disease. October 17, 2011
  • American Journal of Hypertension. Aug, 2011; 24(8):843-53.
  • Tropical Doctor. January 1991; 21(1); 36-37
  • JAMA. 2011; 305 (17):1777-1785.
  • New England Journal of Medicine. April 17, 1997

 

Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)
Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER