Alimentação

Gordura ou Carboidratos: O que é Melhor para Alta Performance?

Com a crise de petróleo em 1973, o Brasil, para se adaptar melhor à situação, desenvolveu o combustível à base de álcool, como alternativa à gasolina.

Desde então, passamos a ter automóveis à gasolina e automóveis a etanol, além do diesel.

Na sequência, surgiram os bi-flex, versáteis, que podem operar com gasolina e/ou álcool.

Você sabia que os seres humanos são mais versáteis ainda? Eu diria tri-flex!

É incrível, mas a bioquímica do metabolismo nos mostra que podemos funcionar a base de três combustíveis, também conhecidos como os três macronutrientes: a proteína, o carboidrato e a gordura.

Qual é o melhor? E o pior?

Dos três, a proteína é de longe o propulsor inferior. As dietas muito ricas em proteína são danosas aos rins, já que os produtos residuais do metabolismo podem sobrecarregar estes órgãos delicados.

Muitas pessoas consomem muita proteína; limite a proteína até um máximo de 1 grama de proteína por quilo de massa corporal magra por dia.

As proteínas são conhecidas como “blocos de construção da vida”, são feitas de aminoácidos e refletem a composição básica do seu corpo.

Suas fontes boas são a carne de animais criados a pasto, peixe selvagem de águas profundas, aves criadas a pasto e ovos orgânicos.

Mas os seres humanos podem metabolizar tanto a gordura como o carboidrato muito mais facilmente. A questão é: qual é melhor para o desempenho e a saúde a longo prazo?

Nos últimos 60 anos, a maioria das autoridades está firmemente do lado do carboidrato, mas não porque os carboidratos são um combustível melhor, simplesmente porque estudos tendenciosos condenavam gorduras boas e indiretamente as proteínas.

Em 1992, o Ministério da Agricultura Norte Americana propôs a pirâmide alimentar, baseada em alto consumo de carboidrato refinado. Eles diziam que ela iria erradicar obesidade, diabetes, doença cardiovascular e câncer. Mas, simplesmente causou o efeito contrário!

Após isso, os índices dessas doenças só crescem…

Os carboidratos, encontrados em todos os alimentos, são, até certo ponto, compostos de açúcar ou amidos, que fornecem energia. Mas os carboidratos em excesso são convertidos e armazenados como gordura.
Limite seu consumo de carboidrato a valores mínimos

Você pode consumir vegetais riscos em fibra quanto quiser, pois saiba que eles também são carboidratos… Mas não vão ser convertidos em gordura.

A gordura saturada é boa para você

Funcionar em grande parte com uma dieta rica em gordura saturada boa não é só simplesmente possível, mas altamente desejável.

Muitos ainda são gordurofóbicos, ou seja, tem aversão à gordura pela lavagem cerebral que receberam nessas ultimas 6 décadas. Porém, há gorduras boas e gorduras ruins.

As gorduras boas são as gorduras saturadas naturais, como óleo de coco, manteiga, banha de porco, etc… Já as gorduras ruins são as saturadas artificialmente pelo homem, como os óleos vegetais hidrogenados ou parcialmente hidrogenados.

Quando você alcançar o estado chamado de cetose nutricional, uma condição caracterizada pelo corpo metabolizando preferencialmente a gordura, ao invés do carboidrato ou da proteína para obter energia, estará usando o melhor combustível.

Porém, chegar neste estado demanda tempo – pelo menos algumas semanas. Enquanto há bastante variação individual, a grosso modo o indivíduo atinge e mantém este estado quando come não mais que 10% de calorias provenientes de carboidratos, 20% de proteína e os remanescentes 70% de gordura.

As vantagens desta abordagem de alimentação são vastas:

  • Queima mais gordura
  • Reduz inflamação silenciosa, bem como os riscos das doenças que a acompanham: câncer, doença de Alzheimer, doença de Parkinson, doenças cardiovasculares e mais
  • Aumenta vertiginosamente a resistência e a energia

Portanto, para aumentar a sua eficácia metabólica, incremente proteína na sua dieta. Use mais gordura saturada, e reduza os carboidratos ao máximo. Esse é o segredo para uma Supersaúde!

Referências bibliográficas:

  • Macronutrients.net 2017
  • Livro Sinal Verde para a Carne Vermelha. Editora Gaia. 2010
  • Livro Óleo de coco: a gordura que pode salvar suavida. Editora Gaia. 2015
  • Livro Emagreça e Apareça. Editora Gaia. 2007
  • E-Book – Jejum Prolongado
Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER