Alimentação

Uma fonte inesperada oferece proteção sem precedentes para os seus olhos, coração e cérebro

Aposto que você deve estar curioso para saber que fonte milagrosa é essa. Então, sem maiores mistérios, apresento-o a astaxantina, um nutriente fundamental encontrado em algas microscópicas e o qual seu organismo não pode viver sem. Sua importância deriva da grande proteção que esse antioxidante oferece contra a principal causa da cegueira: a degeneração macular relacionada à idade avançada.

É importante destacar que, enquanto está protegendo os seus olhos, você também pode estar reduzindo o risco de câncer, doença cardiovascular e doenças neurodegenerativas.

A melhor maneira de estocar astaxantina em quantidade suficiente é consumindo os peixes que comem algas.  Eles são facilmente identificados uma vez que a astaxantina dá um tom rosado à carne, tal como pode perceber no salmão, camarão, caranguejo e lagosta.

A astaxantina é um tipo de caratonóide chamado xantofila, que também incluí a luteína e a zeaxantina. Estudos demonstram que a astaxantina tem uma atividade antioxidante ainda mais forte do que a luteína e a zeaxantina. Além disso, esses estudos apontam que ela possui 500 vezes mais atividade antioxidante do que a vitamina E.  Eis uma boa notícia para a astaxantina! Mas saiba que essa não é a única coisa que a faz se destacar do restante.  Veja você, por mais benéficas que sejam a maioria dos antioxidantes tem sua limitação.

Para começar, grande parte dos antioxidantes não faz nada para os seus olhos. Isto se deve ao fato de que a maioria não é capaz de atravessar a barreira hematoencefálico e muito menos a barreira oftlamica. Essa barreira existe para evitar que os organismos e químicos infecciosos entrem em seu sistema nervoso. Nesse processo várias substâncias benéficas são mantidas de fora. Mas, é aí que entram as xantofilas.

Já sabemos que a luteína e a zeaxantina conseguem penetrar esta barreira, o faz com que elas sejam aclamadas como nutrientes que protegem os olhos.  Agora nós podemos acrescentar a astaxantina à lista – e pesquisadores da Universidade de Illinois têm as pesquisas para provar isso -.

De acordo com os pesquisadores, “a administração de astaxantina retarda o progresso de doenças oculares degenerativas e beneficia a visão de indivíduos que já sofrem com problemas tais como a degeneração macular relacionada à idade avançada”.

Só porque a astaxantina é capaz de atravessar a barreira hematoencefálica não quer dizer que está limitada a benefícios de saúde ocular.  Vários estudos em animais têm demonstrado que ela traz grandes benefícios ao também coração. Do jeito que as coisas estão caminhando parece que a astaxantina pode vir a ser o nutriente número um na luta contra a doença cardiovascular.

Uma olhada rápida nestes estudos deve dizer tudo que você precisa saber. Vejamos:

  • De acordo com um estudo publicado em Antioxidants and Redox Signaling, a astaxantina pode reduzir os danos aos seus músculos (incluindo o seu coração) causados por exercício rigoroso.
  • Um estudo publicado em BMC Nephrology mostrou que a astaxantina pode ajudar na prevenção de coágulos sanguíneos e na inibição da oxidação do LDL.
  • Em um estudo publicado em Nutrition and Metabolism (Londres), as mulheres que tomam entre 2 e 4 mg de astaxantina por oito semanas apresentavam reduzidos danos ao DNA, redução de proteína C-reativa e resposta imune incrementada, em comparação ao grupo de controle.
  • Finalmente, um estudo publicado em Biological and Pharmaceutical Bulletin descobriu que a astaxantina pode reduzir a pressão sanguínea e amenizar alguns dos danos aos seus vasos sanguíneos causados pela hipertensão.

A habilidade da astaxantina em cruzar a barreira hematoencefálica igualmente a torna uma forte candidata para doenças neurodegenerativas como o Alzheimer, doença de Parkinson e a esclerose múltipla.  Nenhum estudo foi feito ainda para avaliar o seu efeito nestas doenças, mas e daí?

Você já sabe que a astaxantina é mais poderosa que a luteína, a zeaxantina e a vitamina E.  Você já sabe que ela consegue atravessar a barreira hematoencefálica.  E sabe que obtê-la é tão fácil como acrescentar o gostoso salmão, camarão ou lagosta à sua dieta.

Então, o que você está esperando?

Eis o que você deve fazer:

A melhor maneira de obter todos os benefícios da astaxantina para seus olhos, seu coração e o seu cérebro é começar a incluir mais peixe em sua dieta, especialmente o salmão.  Mas, não se esqueça de que nem todo salmão é igual.  Comparado ao salmão Atlântico criado em cativeiro, o salmão vermelho selvagem do Pacífico Norte pode ter até 800% mais astaxantina.  Apenas 120 gramas de salmão vermelho têm aproximadamente 4,5 mg de astaxantina.

Pode confiar em mim! Quando se trata deste nutriente tão importante, vale a pena pagar um pouco mais pelo salmão selvagem.

[divider]

Referências Bibliográficas:

– Natural Astaxanthin: King of the Carotenoids 2007

– The Medical Research of Astaxanthin 2010

– British Journal of Nutrition January 31, 2011

Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

2 Comments

Deixe uma resposta para Marcelo Jellicoe Buabsi Ferreira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER