Saúde

2 Fitoterápicos que podem ajudar crianças com Déficit de Atenção e Hiperatividade

Com certeza há muita pesquisa com fitoterápicos para tratamento de Distúrbio de Atenção e Hiperatividade. Se podemos lançar mão de um suplemento que traga benefícios, isso pode ser fantástico. Há 2 fitoterápicos que são promissores, apesar dos estudos clínicos não terem sidos concluídos, mas que os pais e avós precisam saber.

1 – Picnogenol

Consiste no extrato estandarizado de pinheiro marítimo francês. Inicialmente, as indicações eram somente para insuficiência venosa crônica. Mas à partir dai os pesquisadores observaram que ele também pode aliviar asma, enxaqueca, reduzir a pressão arterial e a glicemia. Agora eles focam na habilidade de ajudar naturalmente crianças com Doença de Déficit de Atenção (DDA) e Hiperatividade.

Segundo estudo piloto, o Picnogenol melhora significantemente os sintomas de DDA em crianças. Isso levou a um estudo duplo cego com 61 crianças, usando a dose de 1 mg / Kg por dia por um período de 4 semanas. As crianças eram avaliadas no inicio e no final do mês, quando acabava o tratamento.

Os resultados mostraram a redução da hiperatividade, melhora da atenção, coordenação e concentração nessas crianças com DDA. Já no grupo placebo, não se observou nada de positivo. Com a parada da medicação em 30 dias subsequentes, observou-se recaída dos sintomas, o que mostra que o Picnogenol ajudou a controlar a situação, mas não curou. Ainda não está claro como o Picnogenol age, mas realmente funciona.

2 – Extrato de Bacopa

Consiste num fitoterápico muito usado na Medicina Ayurvedica. Há 3 estudos interessantes que falam a favor deste fitoterápico:

  1. Avaliação de 60 crianças com DDA, sendo metade usando o suplemento e metade placebo. Foi realizado teste acadêmico e teste psicológico antes e depois do tratamento. Houve melhora significativa no grupo com Bacopa em relação ao grupo placebo.
  2. Outro estudo duplo cego randomizado e com controle de placebo do Bacopa analisou 36 crianças por 12 semanas. Foi usado 100 mg/dia de Bacopa para metade delas. Nas avaliações antes e depois do tratamento, observou-se melhoras na memória lógica, repetição da sentença e aprendizado, com boa tolerância à suplementação e sem efeitos colaterais.
  3. Outro estudo confirma esse efeito de melhoras do aprendizado.
    Nesse caso, usou-se 300 mg/dia de extrato de Bacopa (cerca de 6g de erva seca) por 12 semanas, promovendo significante melhora no aprendizado e consolidação da memória.

Portanto, tendo ou não DDA e hiperatividade, esses fitoterápicos podem muito bem ser adotados para os seus filhos ou netos. Eles só trazem benefícios!

Referências bibliográficas:

  • Eur Child Adolesc Psychiatry,. May 2006, 13
  • J Health Econ. Sep 2010; 29(5):641-56. Epub 2010 Jun 17.
  • NYTimes.com. October 9, 2012
  • Journal of Attention Disorders. November 2006; 10(2):200-4
  • Agricultural Marketing Resource Center, Pine Nuts Profile
  • The Australian. November 21, 2011
  • Medical Daily. January 10, 2014
  • J Altern Complement Med. 2010; 16(7): 753-9
Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER