Prevenção

Fique alerta: A gota pode estar atacando o seu coração!

Um número cada vez maior de pessoas tem se queixado de uma dor debilitante que frequentemente começa no dedão do pé (halux), mas que também afeta os tornozelos de tal forma que elas acabam ficando de cama, afastadas de suas atividades por semanas. Essa dor advém de uma doença chamada gota.

O que acontece é que a gota significa muito mais do que apenas uma dor no dedo, mas sim, uma dor potencialmente letal ao seu coração. Tome muito cuidado!

Essa é a conclusão dos pesquisadores da University of British Columbia que estudaram o coração de 60 mil pessoas saudáveis. Observou-se que se alguém está mancando por conta da gota, isso pode ser o sinal da vinda de um ataque cardíaco.

Na verdade, esse estudo massivo observou que mulheres com gota tiveram 39% a mais de chance de sofrer um ataque cardíaco. Isso é cerca de quatro vezes mais do que o risco que os homens, na mesma condição, apresentaram.

Porém, se você está esperando boas notícias, eu não vou desapontá-lo. Há tratamentos que podem ajudá-lo a se livrar da dor da gota. Tome nota:

  • Consuma suco de cereja (suco real sem açúcar) – isso pode eliminar a dor de uma crise se você beber logo que começarem os sintomas.
  • Lítio em baixa dose (10 mg/dia) também ajuda a prevenir a cristalização do ácido úrico.
  • Vitamina C (2gr) duas vezes ao dia reduz o nível de ácido úrico.
  • Ômega 3 – protetor cardíaco importante no processo inflamatório. É um tônico para o seu organismo. Seu consumo representa menos dor e a possibilidade de manter a gota sob controle.
  • Evite o consumo de frutose. Normalmente a frutose é degradada em diversos subprodutos, e um deles que mostra a toxicidade da frutose  é o ácido úrico, que inibe a ação do óxido nítrico nas artérias, cuja ação é manter a elasticidade dos vasos sanguíneos, portanto a sua inibição leva a um aumento de pressão arterial e risco cardiovascular. Isso é evidente em todos os estudos onde se correlaciona ácido úrico e doença cardíaca cuja manifestação mais frequente é hipertensão arterial.
  • Sabemos que, segundo as pesquisas mais recentes, devemos manter o ácido úrico em até 3,5 mg/dl para mulheres e 4,0 mg/dl para os homens, evidenciando-se uma importante relação entre ácido úrico, pressão arterial e risco cardiovascular.

Mais uma vez eu reforço, fique atento a todos os sintomas. Coração não é brinquedo e ele merece todo o seu cuidado.


 

Referência Bibliográfica:

  • Gota increases heart attack risk in women. (Newsfix.ca)
  • Ward HJ, Uric Acid as an Independent Risk Factor in the Treatment of Hypertension, The Lancet, August 29, 1998;352:670-671.
  • Lee, Jerry, Uric Acid and Coronary Heart Disease Risk: Evidence for a Role of Uric Acid in the Obesity-Insulin Resistance Syndrome: The Normative Aging Study”, American Journal of Epidemiology, 1995; 142 (3):288-294.
  • Iribarren, Carlos, High Uric Acid: A Metabolic Marker of Coronary Heart Disease Among Alcohol Abstainers? et al, Journal of Clinical Epidemiology, 1996; 49(6):673-678.
  • Kreloff, Julie, M.S., R.D. “The Trouble with Fructose.” Designs for Health Weeky (May 10, 2002).
Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

1 Comment

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER