Por ser relativamente nova, a Medicina Ortomolecular, também chamada de Medicina Preventiva Ortomolecular, ainda desperta muitas dúvidas. Veja quais são as perguntas mais freqüentes sobre esse tipo de medicina e as respostas do Dr. Wilson Rondó Jr.

 

A Medicina Ortomolecular, ou Medicina Preventiva Ortomolecular, se propõe a dar às células exatamente o que elas precisam, por meio de uma alimentação adequada e do uso de suplementos alimentares, quando necessário. Esses suplementos são, basicamente, vitaminas, sais minerais, aminoácidos, enzimas e hormônios.

Seu papel é fundamental para as células do corpo se manterem saudáveis e desempenharem bem suas funções. Se você pensar que o corpo humano possui cerca de 60 trilhões de células e que cada uma delas precisa estar adequadamente nutrida para fazer seu trabalho, perceberá o quanto a Medicina Ortomolecular é importante na prevenção e no tratamento dos problemas de saúde e na manutenção do equilíbrio conquistado. Um organismo mal nutrido reage com dificuldade às agressões cada vez mais fortes da vida moderna. E torna-se alvo fácil de doenças e de envelhecimento precoce.

Os principais vilões que nos empurram para situações de estresse físico e mental são a competição a que estamos sujeitos, a poluição ambiental, a exposição a campos eletromagnéticos, o excessivo consumo de doces, de gorduras saturadas, de alimentos refinados, industrializados, com substâncias tóxicas como corantes, conservantes, e ainda hormônios e antibióticos, que costumam estar presentes em alguns produtos.

Seu corpo precisa estar preparado para enfrentar essas situações, o que exige uma demanda maior de nutrientes. E a alimentação, por si só, nem sempre consegue dar conta do recado.

É aí que a Medicina Ortomolecular mostra sua eficiência, porque dá às células o que elas precisam para reequilibrar o organismo.

É a nutrição que se esforça em produzir ótimas quantidades de nutrientes para as células do corpo.

Para alcançar esse objetivo, é preciso avaliar o indivíduo como um ser único, com características próprias, e considerar as influências da idade e do estresse a que está sujeito em seu dia-a-dia.

Só há uma medicina: a boa medicina. A que funciona. Há casos em que só drogas químicas resolvem, como os de manifestações agudas de determinada doença.

Nas doenças crônicas, deve-se dar preferência aos tratamentos à base de nutrientes, ou à associação de drogas e nutrientes.

Na sua maioria, elas agem como antioxidantes, combatendo as agressões que levam à deterioração celular, fator que desencadeia as doenças.

Teoricamente, sim. Na prática, vemos que o uso de pesticidas e agrotóxicos nos vegetais, de hormônios e antibióticos nas carnes e o empobrecimento do teor nutritivo dos alimentos pela industrialização geram uma desnutrição subclínica – um enfraquecimento do organismo, que não é visível até surgirem doenças.

Não, vitaminas não geram calorias, somente energia.

Para suprir suas deficiências, quando ocorrem, e manter em equilíbrio as funções orgânicas.

Precisamos de cerca de 45 nutrientes essenciais para a vida, que devem ser retirados dos alimentos, pois nosso corpo não os produz naturalmente.

Quando, por qualquer razão, a assimilação desses nutrientes é deficiente, o equilíbrio do organismo fica comprometido.

Há programas específicos para pessoas com diferentes necessidades. Veja se você se encaixa em algum deles:

Programas de prevenção e manutenção:

Para pessoas supersaudáveis que desejam aumentar a possibilidade de manter-se em forma enquanto viverem. Para quem deseja aprimorar seu estado de saúde, adquirindo melhores hábitos alimentares e de vida.

Programas de tratamento:

Para pessoas que estão sob a influência de angústias causadas por incapacidade física ou psiquiátrica

O tratamento pode ser descontinuado, mas os resultados obtidos serão progressivamente perdidos. Em determinadas situações, os problemas poderão voltar, especialmente quando não for realizado o tratamento completo

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER