Alimentação

Doença cardíaca pode estar ligada ao consumo de alimento enlatado

Estudo recente confirmou que humanos com alta concentração do químico bisphenol A (BPA) na urina podem ter um aumento de risco de doença cardíaca.

Os pesquisadores observaram uma alta correlação entre a exposição ao BPA (através de alta concentração urinária) e a incidência de doença coronariana em período de dez anos de seguimento, mostrando um resultado similar ao de outro estudo publicado em 2010.

Muitas pessoas ainda pensam que o BPA é encontrado somente nos plásticos, porém alimentos enlatados também têm demonstrado uma alta concentração desse químico. Infelizmente, a utilização do BPA é muito comum nas embalagens de alimentos e bebidas, assim como em recipientes.

Outro estudo demonstrou que segurar um papel tipo térmico (como os usados como recibo) por um período de cinco segundos foi o suficiente para transferir BPA para a pele, provendo um aumento de dez vezes dessa absorção em caso onde os dedos estavam molhados ou engordurados.

 

Fique atento aos efeitos do BPA!

Quando comparado a um grupo que consumia sopa feita na hora e com produtos frescos, a urina daqueles que consumiram sopa enlatada por cinco dias demonstrou um aumento de 100% de BPA.

Fato é que o BPA é um desregulador endócrino. Isso significa que ele mimetiza ou interfere em seus hormônios comprometendo o seu sistema endócrino, como as glândulas que regulam o humor, o crescimento, o desenvolvimento, a função tecidual e o metabolismo, assim como a função sexual e o processo reprodutivo.

Além disso, o químico pode levar a erros cromossômicos no desenvolvimento fetal, causando abortos espontâneos e lesão genética. Há fortes evidências de que o BPA também promove diminuição da qualidade dos espermatozóides, puberdade precoce, estímulo de desenvolvimento em glândula mamária, câncer e doença cardíaca, entre outros problemas de saúde.

Pesquisadores encontraram também associação entre o BPA e a obesidade geral na população adulta americana.

 

Então, como evitar essa contaminação?

O BPA já foi banido de mamadeiras. Mas, além desse cuidado deve-se evitar também:

• brinquedos que contenham o BPA em seu processo de fabricação;
• alimentos enlatados e refrigerantes em lata;
• todos os plásticos que contenham BPA;
• selantes dentários;
• recibos e comprovantes que usem impressão térmica.

 

Como é impossível eliminar tudo isso de sua rotina, é importante que você tenha o hábito de sempre lavar as mãos após pegar recibos e comprovantes e fique atento caso tenha passado loção nas mãos ou esteja com elas engorduradas ou molhadas, pois isso aumenta, e muito, a sua exposição ao BPA.

 

Referências bibliográficas:

– Plos One 2010 Jan 13; 5 (1): e 8673

– Environmental Research 2011 Aug; 111(6): 825-30

– The Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism 2012 Feb; 97(2): E223 7

– Jama 2011 Nov 23; 306 (20): 2218-20

– Circulation Feb 21, 2012

– Environmental Science and Technology 2011 Aug 15; 45 (16) : 6761-8

Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER