Prevenção

Como Evitar Infarto e Derrame Naturalmente

Quando você tem problemas com encanamento na sua casa, você não pensa 2 vezes, liga desesperado para o encanador vir o quanto antes. Mas você tem outro conjunto de canos que são muito mais importantes, e eles provavelmente recebem até menos atenção… até que algo dá errado. Os canos que eu estou falando são suas artérias.

Elas mantém o sangue bombando pelo seu corpo. E quando ficam entupidas ou quebradas, ao invés de chamar o encanador, você estará chamando o serviço de emergência e correndo até o pronto socorro na parte de trás de uma ambulância.

Quanto aos canos da sua casa, eu não posso ajudá-lo, exceto sugerindo que você os mantenha fluindo bem.

Mas em relação ao seu encanamento interno eu posso ajudá-lo assegurando que as suas artérias continuem a fluir, mesmo parcialmente entupidas.

Quanto mais complacência (flexibilidade) as suas artérias tiverem, mais fácil será para o seu sangue chegar ao seu destino.

Se você tiver detritos acumulando ao longo das paredes arteriais, elas vão endurecer e espessarem, e aí você terá problemas, aumentando o risco de doenças cardíacas.

Certamente vão lhe dizer que as artérias endurecidas são causadas por colesterol em demasia no sangue…

Bem, como posso dizer isto polidamente?

O que estão lhe dizendo não é bem assim… pois, cerca de 75% de todas as vítimas de ataques cardíacos tem níveis NORMAIS de colesterol.

Na verdade, não há correlação alguma entre o colesterol sanguíneo e o grau de doenças cardíacas (“aterosclerose”).

E eu tenho repetido isto até ficar sem ar: reduzir o colesterol com estatinas NÃO afeta a aterosclerose ou a mortalidade total.

Apesar disto, o colesterol fica como o culpado porque é frequentemente encontrado nas paredes das artérias, obstruindo o sistema e levando a “canos” mais espessos, mais rijos e endurecidos—mas isto não é culpa do colesterol!

O seu colesterol QUER continuar a fluir pelo sistema, e eles são os “motoristas de caminhão” que transportam os nutrientes solúveis em gordura através das artérias. Devido ao “trânsito pesado”, eles tendem a ficar aderidos nas artérias – e não o “colesterol ruim”.

O trânsito pesado neste caso é inflamação, que faz tudo ficar mais lento, fazendo com que o colesterol e outros detritos grudem nas artérias.

Como reduzir a inflamação

Você deve manter o nível de inflamação baixo, usando suplementos básicos como vitaminas e óleo de peixe. Mas para realmente fazer as suas artérias pararem de enrijecer – antes que endureçam você totalmente em rigidez cadavérica – você deve aumentar a sua ingestão de proteína, mas não aquelas proteínas sem valor encontradas em legumes causadores de gases e soja feminilizante.

Os vegetarianos lhe dirão que eles ingerem toda a proteína que precisam daquela comida de coelho. O que eles não conseguem entender é que as proteínas vegetarianas não contêm os aminoácidos mais importantes para a saúde arterial.

É por isso que um estudo recente aponta para o fato de que as proteínas vegetarianas, na melhor das hipóteses, lhe darão uma pequena, mas insignificante, queda no nível de pressão sanguínea.

Por outro lado, comer proteínas animais ricas nos aminoácidos ácido glutâmico, leucina e tirosina ajudarão a manter as suas artérias tão flexíveis quanto um elástico de borracha. Algumas das melhores fontes destas proteínas também são entre as mais deliciosas, incluindo…

  • carne vermelha;
  • peixe;
  • laticínios frescos, e;
  • queijo.

Na verdade, a proteína animal é tão boa para as suas artérias que os pesquisadores do estudo disseram que é como se os comedores de carne estivessem se exercitando mais – exceto que neste caso a única “malhação pesada” que você terá que fazer é de carregar um pedaço de carne de vaca da grelha até o seu prato.

Mas, além das proteínas, veja algumas dicas que podem evitar que as suas artérias virem pedra:

7 Protetores Naturais das Artérias

1) Evitar açúcar em todas as suas formas.

Quando você ingere o açúcar, ele flui através do sangue e danificando as próprias artérias que você está tentando proteger, causando o endurecimento dessas artérias.

2) Evitar trigo em todas as suas formas

Já o trigo não só aumenta o nível de açúcar sanguíneo, como também contribui para a glicação, que é a oxidação dos açúcares, causando o endurecimento das artérias.

Agora, as boas notícias. São coisas boas, que você já adora e que são algumas das melhores maneiras de proteger as suas artérias.

3) Luz solar

Você já ouviu toda aquela estória de que é necessário se esconder do sol, como se você fosse algum tipo de fungo. Deixe que eles se escondam. Você deve ir lá fora e tomar sol a vontade – sem protetor – para que os raios UV do sol possam fazer a fábrica de ácido nítrico do seu corpo funcionar eficientemente.

O ácido nítrico é a substância química que mantém as suas artérias abertas e o seu sangue fluindo.

A luz do sol, é claro, também fará com que o seu corpo produza a vitamina D, protetora do coração – mas, novamente, não se você se lambuzar com o protetor solar.

A única “proteção” do sol que você precisa é bom senso suficiente para entrar em casa quando você começar a ficar rosado.

3) Alho

Quem liga para vampiros? O alho pode ajudá-lo a esquivar-se de alguém muito mais assustador… o agente funerário!

Como o sol, o alho também pode estimular a liberação de óxido nítrico, relaxador de artérias.
Ele também melhora o revestimento das suas artérias, chamado de endotélio. Quanto melhor o revestimento, menos enrijecidas serão as artérias. Quanto pior o revestimento… bem… o número de emergência só tem três dígitos, mas você talvez queira colocá-los em discagem direta.

Em um estudo, o extrato de alho reduziu a disfunção endotelial em 44%!

Você pode tomar o extrato de alho se você quiser, mas você se dará melhor se comê-lo fresco sempre que puder. Apenas certifique-se de que esteja fazendo a coisa certa:

  • Amasse o alho;
  • Deixe-o descansar por 15 minutos para permitir o desencadeamento da reação enzimática responsável por muitos dos benefícios, e…
  • Desfrute!

5) Benfotiamina

Contrário à simples tiamina (vitamina B1), esta forma de nutriente é solúvel em gordura, tornando-o 500% mais eficaz.

Sua ação principal é combater o excesso de açúcar sanguíneo, além de prevenir ou reduzir a inflamação e glicação (oxidação dos açúcares) que estragam as artérias, além de proteger oendotélio vascular, o que o torna um suplemento excelente para prevenção e tratamento de diabéticos.

6) Sauna

Sim, um pouco de diversão ao sol e um tempinho na sauna são ambos bons remédios. A vida não é dura?
Enquanto a sauna é boa para a sua saúde física e mental, você deve preferir uma sauna infravermelha para a máxima proteção arterial.

O espectro completo de raios de luz é essencial para a saúde humana, e enquanto o sol te expõe aos raios UV SAUDÁVEIS, a sauna provê ondas curativas infravermelhas. Os estudos mostram repetidamente que as saunas infravermelhas melhoram a função endotelial

Então, relaxe em uma sauna e ao sair sinta-se livre para abrir uma geladíssima…

7) Cerveja!

Sim, a sua cerveja favorita é boa para você. Em um estudo de 2013 foi descoberto que a cerveja pode ajudar o seu sangue a fluir pelas suas artérias como chopp de um barril novo.

Dentro de duas horas após tomar uma caneca da sua cerveja favorita, ela pode relaxar as artérias e reduzir a rigidez.
Aquele estudo também testou a cerveja sem álcool (Urgh!) e vodca, e mesmo ambos sendo melhor que nada, nem um nem outro tinha o poder de incremento às artérias igual ao da cerveja.

Ei-lo: A sua permissão científica para se servir uma gelada no final do dia.

As suas artérias estão contando com você!

Referências bibliográficas:

  • Journal of the American Heart Association October 28, 2013; 2: e000254
  • BMJ 2010;340:c2451
  • American Journal of Clinical Nutrition March 2008: 87(3); 534-538
  • Journal of the American Academy of Dermatology July 2012
  • Medical News Today May 8, 2013
  • Am J Clin Nutr. 2000 Oct;72(4):1047-52.
  • The Douglas Report. November 2015. Vol. 15, Nº7
  • Annals of Clinical Microbiology and Antimicrobials 2012, 11:8
  • Journal of the American Heart Association June 30, 2014
  • Nutr Rev. 2012 Apr;70(4):234-40.
  • Livro Sinal Verde para a Carne Vermelha. Editora Gaia. 2011
Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER