Especiais

Cirurgia para perda de peso vem causando revolta nos pacientes

E se eu começasse essa nossa conversa dizendo a você que é possível derreter toda a sua gordura como um sorvete no meio do deserto? E, mais. E se eu te dissesse ainda que eu posso cortar o seu risco para diabetes pela metade? E se eu pagasse por essa coisa toda? O que você diria?

Certamente você diria que essa conversa toda é boa demais para ser verdade, correto? Mas, pode ter certeza que é verdade sim. Infelizmente, é essa ladainha que o sistema de cuidados com a saúde no Canadá, financiado com impostos, está utilizando para ludibriar os canadenses com sobrepeso com o objetivo de convencê-los a fazerem uma perigosa cirurgia bariátrica.

Só que nessa história toda há um grande problema. Muitos dos canadenses só reconhecem que fizeram um péssimo negócio quando enxergam o resultado.

Um novo estudo revelou que quase a metade de todos os canadenses obesos que são encaminhados para a cirurgia bariátrica está recusando o procedimento, mesmo que o governo concorde em pagar a conta.

Particularmente eu não penso que seja surpresa alguma essas pessoas se negarem a passar pela cirurgia. Surpresa pra mim é a outra metade aceitar. Basta investigar um pouquinho só e você verá como é sangrenta a cirurgia bariátrica.

O cirurgião vai te dizer que os efeitos colaterais da cirurgia são brandos e raros, mas na verdade é que eles não são nem uma coisa e muito menos a outra.

Para que você tenha uma ideia, infecção, obstrução intestinal, insuficiência renal, ataque cardíaco, derrame, depressão, psicose, baixo açúcar sanguíneo e pressão baixa são alguns dos efeitos provocados pela cirurgia.

A lista de horrores não para por aí. Faltou ainda mencionar a avó de todos estes efeitos: a morte.  Uma porcentagem muito alta dos pacientes de cirurgia bariátrica não vive mais do que cinco anos após a cirurgia.

Infelizmente, há outro efeito colateral pouco comentado, mas que pode ser o culpado para um grande número destas mortes.  A cirurgia bariátrica interfere na absorção de nutrientes. Em outras palavras, você não é mais capaz de absorver as vitaminas e sais minerais essenciais que você precisa para sobreviver e, então, você morre vagarosamente e certamente de inanição.

Há maneiras muito melhores e mais seguras de perder peso, começando com a já comprovada diminuição das porções de comida e a adoção de atividade física.

Além disto, pesquisas descobriram que a flora intestinal balanceada pode desempenhar um papel enorme de ajuda no processo de perda de peso.  Então, uma das maneiras mais fáceis de você combater a gordura do abdômen é conseguir colocar os seus “bichinhos” bons no rumo certo com um probiótico.

E não deixe de conhecer os meus conselhos sobre como conter o seu apetite naturalmente. Com elas você perderá quilogramas sem chegar perto do bisturi do cirurgião. Pode apostar!

[divider]

Referência Bibliográfica:

  • JAMA. 2012;308(16):1676-1684
  • Journal of the American College of Surgeons 2004 Oct;199(4):543-51
  • Archives of Surgery 2011 Jul;146(7):802-7
  • Journal of the American Medical Association October 19, 2005; 294(15): 1903-1908
  • BMJ August 26, 2010 Aug 26;341:c4296
Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER