A solução vegetal

O verdadeiro poder dos remédios à base de plantas.Recentemente, algumas notícias publicadas em jornais e revistas deixaram as pessoas confusas quanto à segurança e aos benefícios do uso de fitoterápicos. Com respeito à segurança, sabe-se que, em excesso, ou ingerida quando não se deve, até água faz mal. Portanto, não é de surpreender que os fitoterápicos também o façam, assim como as drogas popularmente chamadas “químicas”, pois não possuem nenhuma qualidade divina que os coloquem acima do bem e do mal. Consumi-los sem receita e acompanhamento médico pode gerar problemas.

A deliciosa proteção das uvas

Já reparou que as uvas se mantêm frescas por muito mais tempo do que a maioria das frutas? A causa é simples: elas são ricas em resveratrol, uma substância que retarda o envelhecimento, neutralizando agentes oxidantes, como os radicais livres.O resveratrol, que é também uma espécie de antibiótico natural e tem propriedades antiinflamatórias, protege o organismo contra as doenças cardíacas e contra o câncer – ajudando inclusive a bloquear a evolução da doença. Esse potente antioxidante concentra-se na casca da uva e está presente em grande quantidade no vinho, para o qual empresta suas propriedades benéficas.

Analgésicos podem causar dor de cabeça

Há muitas formas de sair do círculo vicioso dor-analgésico-dor. Melhorar a qualidade de vida é a que traz melhores resultados.Dores de cabeça, costumam ser tratadas com analgésicos, vendidos livremente em qualquer drogaria. Afinal, quem quer perder tempo procurando causas quando é tão mais fácil engolir uma pílula e ver-se livre da dor? Mas há um lado negativo nisso, quando em vez de ouvir o que o corpo diz nos habituamos a esses remédios e suas magias. Veja só que ironia: excesso de medicação pode causar dor de cabeça.

Emagreça sem trans!

Elimine essa gordura de sua vida. Com ela, vai sumir a adiposidade extra localizada no abdome e você ganhará mais saúde e energia.De que adianta ficar horas malhando em busca de condicionamento e belas formas, se o lanchinho de recompensa for regado a gorduras trans? De que adianta fazer dieta, se essas danadas estão lá, à espreita, escondidas nas preparações culinárias aparentemente saudáveis? Os médicos têm alertado sobre os perigos desse tipo de gordura e você deveria tomar suas precauções.

Álcool e saúde

Essa dupla tem seus mistérios. Mas pode se sair bem num jogo em que hábitos moderados contribuem para um bom resultado.Em que medida o álcool faz bem ao coração é a grande pergunta que os especialistas ainda não conseguiram responder com exatidão. Pesquisas comprovam que apenas dois copos de vinho por dia reduzem em até 30% os riscos de doenças cardiovasculares. Mas constatou-se que muitos bons de copo – grandes bebedores e não necessariamente só de vinho – são beneficiados: têm funções cardíacas protegidas e artérias relativamente limpas de gordura e outras substâncias que prejudicam o fluxo do sangue.

Com o coração na mão

Doenças cardiovasculares são as que mais matam nos países desenvolvidos. Mas há luz no fim do túnel.Atividade física, alimentação feita de acordo com suas necessidades genéticas e mudanças saudáveis no estilo de vida são fundamentais para a saúde cardiovascular. Mas há outros meios que contribuem significativamente na prevenção de problemas. Um aparelho tecnológico de primeiríssima linha é o mais novo recurso para avaliar riscos de doenças cardiovasculares. Por meio de exame não invasivo, o aparelho dá informações precisas sobre endurecimento de artérias e função vascular, determina o grau de aterosclerose e detecta oclusão arterial. O diagnóstico leva menos de 5 minutos.

Sol previne câncer de próstata

Homens com alto nível de vitamina D, comparados aos de baixos índices, têm 50% menos chances de desenvolver formas agressivas de câncer de próstata.O estudo, publicado pelo Journal of Clinical Oncology, sugere a importância do banho de sol para a prevenção do câncer de próstata, já que a vitamina D é normalmente obtida por exposição do corpo aos raios solares.

Candidíase sob controle

O problema não é localizado. Resulta de desequilíbrios que ocorrem no intestino, comprometendo o sistema imunológico, e afeta 50% das mulheres acima de 20 anos. Sob estresse, o meio bioquímico fica muito ácido e favorece a proliferação da cândida, um fungo que vive no intestino.A mucosa torna-se porosa e permite a migração do fungo para outros órgãos. As pessoas mais predispostas são diabéticas mal controladas, imunodeprimidas, as que usam antibióticos, que estão sob intenso estresse ou consomem açúcar e carboidrato refinado em excesso.

A leptina e a perda de peso

Esse hormônio, que é produzido pela gordura, tem a função de dizer ao cérebro como andam as reservas de energia. Se estão baixas, sente-se fome. Altas, levam à sensação de saciedade.Nas pessoas cujo organismo oferece resistência à ação da leptina, e que podem ser identificadas por um simples exame de sangue, a mensagem de saciedade não chega corretamente ao cérebro.

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER