Frutose: Um Risco para a Diabetes

Evitar o consumo de frutose pode ajudar você a evitar o diabetes e melhorar a sua qualidade de vidaO diabetes tem se apresentando como uma das doenças que mais tem atacado a população. Por isso, toda atenção e cuidado na prevenção e tratamento deste mal é algo fundamental para a manutenção da qualidade de vida.

Diabetes: ou a medicina revê seus tratamentos ou perde a guerra!

Nesta semana, o combate ao diabetes tipo 2 não passa em branco. Eu pergunto: será que estamos tratando o problema da forma certa?A resposta é não. Acumulam-se as evidências de que certas medicações amplamente usadas não fazem efeito e, pior, agravam a doença. A história de medicamentos vilões não é nova. O Viox é um exemplo clássico da medicina convencional que não deu certo. Era mais bandido que mocinho, complicou a saúde de muita gente. E inúmeros outros remédios, para diferentes doenças, simplesmente não estão funcionando.

Tire suas dúvidas sobre diabetes

Falta de informações corretas pode dificultar o tratamento.Por mais que a diabetes seja uma doença cada vez mais comentada, muito do que ouvimos falar sobre ela pode estar incorreto. Há uma enorme quantidade de desinformação circulando sobre essa doença epidérmica. Infelizmente, essa confusão faz com que uma boa parte das pessoas com diabetes não tenham noção do que fazer para reverter o problema e, o mais preocupante, muitas pessoas nem sabe que tem a doença. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde aproximadamente 50% da pessoas com diabetes do tipo 2 não sabe que tem consciência que tem diabetes.

Sarcopenia

A sarcopenia pode ser controlada com exercícios e suplementação protéica.Fala-se muito em osteoporose, mas pouco em sarcopenia. De certa forma, são problemas parecidos. Enquanto a osteoporose se caracteriza pela perda óssea, a sarcopenia se refere à perda de musculatura. Em outras palavras: a osteoporose é para os ossos o que a sarcopenia é para os músculos. Ambas se manifestam em pessoas de mais idade e têm alguns pontos de origem em comum.

Sexo e saúde

Fazer sexo com freqüência é o modo mais natural de cuidar do corpo com alegria e prazer!Muita gente achou graça quando José Gomes Temporão, ministro da Saúde, recomendou sexo contra a hipertensão. Mas o ministro está certo. Homens que fazem sexo pelo menos 2 vezes por semana são 45% menos propensos a ter problemas cardiovasculares quando comparados aos que marcam presença só 1 vez ao mês.

Custo que vale a pena pagar

Uma boa alimentação sempre irá pesar menos no seu bolso do que eventuais tratamentos médicos por descuidos com a saúde.Veja algumas vantagens de ter à mesa produtos de animais criados a céu aberto que se alimentam de maneira natural, longe de confinamentos em galpões apertados, muitas vezes mal iluminados, e de rações empobrecidas ou mal balanceadas.

Entre o bem e o mal sua saúde balança

Otite, tendinite, gastrite, sinusite, artrite… Livre-se da dor e do perigo das inflamações que podem destruir suas defesas.São muitas as inflamações a que estamos sujeitos ao longo da vida. Os casos agudos costumam ser tratados com antiinflamatórios, ou esteróides como a prednisona. Essas drogas funcionam bem, mas podem causar algum efeito colateral indesejável, já que interferem no equilíbrio do sistema imunológico. Devem ser reservadas para casos especiais.

Os órfãos dos Vioxx

Atletas buscam remédios para combater dores e inflamações sem risco de comprometimento cardiovascularCom a ampla divulgação sobre os resultados adversos de analgésicos e antiinflamatórios como Vioxx e Celebra, os atletas têm me perguntado como substituir esse tipo de medicamento. Nos Estados Unidos, a resposta já é dada em números: as vendas da aspirina, um dos mais antigos e confiáveis analgésicos e antiinflamatórios, aumentaram 15%. Mais de 100 bilhões de comprimidos são consumidos por ano, em todo o mundo, para tratar problemas em que dor e inflamação estejam associadas, tais como dores de dentes, dores nas articulações e por lesões musculares.

Chocolate nova arma contra a tosse

Ele derruba seu mais forte concorrente, a codeína, presente na maioria dos remédios industrializados.A maior parte das pessoas que procura nas farmácias um remédio para a tosse não responde bem ao tratamento. Da próxima vez, por que não tentar essa delícia que está ao alcance da mão em qualquer supermercado? Sabe-se que a theobromina, um derivado do cacau, é 1/3 mais eficiente que a codeína no combate à tosse. Essa é a conclusão de um estudo que mostrou a capacidade da theobromina em baixar os níveis de capsarcin no sangue – capsarcin é um composto que induz à tosse. O mesmo estudo constatou que a theobromina não apresentou efeitos colaterais sobre o sistema nervoso central e cardiovascular nem causou tonturas ou torpores. Um achado, não? Um remédio gostoso e natural, tudo o que sempre se desejaria encontrar na hora da necessidade.

Medicamentos: riscos anunciados

O recente episódio envolvendo a retirada do antiinflamatório Vioxx do mercado traz à tona a insistência dos laboratórios em manter no mercado produtos de segurança suspeita. No caso do Vioxx, os primeiros alertas foram feitos em 1999, pela Academia Nacional de Ciência Americana. Agora, quem está chamando a atenção é o Xenical.Estudos vêm mostrando que ele favorece a formação de cálculos renais em pacientes com dietas ricas em oxalato – substância encontrada em alimentos como espinafre, chocolate, chá, beterraba, morangos, trigo, pimenta e algumas amêndoas e castanhas. A prudência manda, portanto, que pessoas com predisposição a problemas renais não façam uso dessa dessa medicação e que os demais limitem o consumo de oxalatos.

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER