Saúde

Cataratas: Tudo que Você Precisa Saber para Salvar a sua Visão ANTES que Seja Tarde!

A maioria das pessoas passa pela fase da negação de que está tendo problemas de visão, pois isso é muitas vezes relacionado com o envelhecimento. Principalmente quando o assunto são as cataratas.

Se o seu mundo está ficando borrado…

Se você, para ver televisão, precisa ficar perto da tela, então, meu amigo… Certamente você está com problemas de visão. E quanto antes puder aceitar isto, mais rapidamente poderá começar a enxergar claramente de novo!

A causa mais comum de perda de visão em pessoas da terceira idade é a catarata – quando a lente em um ou ambos os olhos fica anuviada. Quando aparece, inicialmente você talvez ache que pode lidar com isso (exceto talvez à noite, quando as cataratas podem fazer o ato de enxergar claramente quase impossível). Mas se você deixar as cataratas evoluírem, eventualmente tudo começará a parecer como se estivesse do outro lado de uma porta de box de chuveiro.

Você até pode ficar completamente cego.

Normalmente, o que você ouve é que as cataratas são apenas uma “parte normal do envelhecimento”… Que são “inevitáveis”, e que tem se tornado mais frequentes porque as pessoas estão vivendo mais.

De certa forma, há uma lógica nisso, porém a razão real do surgimento de mais casos de cataratas é o fato dos efeitos colaterais de certas medicações. Segundo a lista publicada pela WorstPills.org, há pelo menos 62 drogas ligadas às doenças oculares como as cataratas.

Por exemplo:

  • as estatinas
  • os antidepressivos
  • os antipsicóticos
  • certos esteroides
  • algumas drogas anti-cancerígenas
  • os diuréticos que poupam o potássio

Todos, todos eles foram ligados às cataratas!

Então, se você não tiver uma catarata, estas e outras drogas podem ajudá-lo a desenvolver o problema. Depende do que você usa ou não!

Agora, se você já tiver uma, elas podem te acelerar no caminho à perda de visão e à cegueira. De qualquer maneira, é melhor você tomar certas providências, e quanto mais precocemente melhor. É possível frear este processo!

As 10 principais “curas” para cataratas

1 – Colírio de n-acetilcarnosina:

Vários estudos da Rússia mostram que este colírio pode melhorar a acuidade visual com segurança e reduzir a sensibilidade à luz brilhante nos pacientes com cataratas. Alguns estudos mostram que aproximadamente 90% dos pacientes se beneficiam com o colírio. Isto é notável.

2 – N-acetilcisteína (NAC):

Como várias doenças que aparecem com o envelhecimento, os danos das cataratas são causados por radicais livres. A NAC aumenta o nível corporal de glutationa, um poderoso anti-oxidante que auxilia as suas células a combaterem os danos do estresse oxidativo, especialmente os danos aos seus olhos. Ao contrário da n-acetilcarnosina, que é um colírio, a n-acetilcisteina está disponível como suplemento.

3 – Vitaminas B:

Além destas vitaminas protegerem o seu cérebro, isto nem chega perto de tudo que elas são capazes na prevenção de catarata. Sua suplementação de B12 feita corretamente pode cortar o seu risco para cataratas por até 38%. A riboflavina (vitamina B2) tem uma taxa semelhante de sucesso. E a ingestão maciça de piridoxina (vitamina B6) pode retalhar o seu risco para cataratas por um terço.

4 – Astaxantina:

É um super antioxidante natural, mais potente que betacaroteno, vitamina E, licopeno, luteína e CoQ10. Tem capacidade única de entrar nas células oftálmicas, especialmente na retina. Melhora a performance muscular e a recuperação física, reduz inflamações, dores musculares e articulares após exercícios vigorosos, aumenta força e resistência. Esse incrível varredor de radicais livres é produzido pela microalga Haematoccouspluvialis.

5 – Vitamina C e vitamina E:

Esses dois potentes antioxidantes, um hidrossolúvel (vitamina C) e o outro lipossolúvel (vitamina E), agem sinergicamente aumentando a proteção das lentes oculares da agressão dos radicais livres, minimizando o processo oxidativo.

6 – Luteina e Zeaxantina:

De todos os carotenoides, apenas zeaxantina e luteína são encontrados em sua retina, que tem a maior concentração de ácidos graxos de qualquer tecido em seu corpo. Isso ocorre porque sua retina é um ambiente altamente leve e rico em oxigênio, e precisa de uma grande quantidade de neutralizadores de radicais livres para evitar danos oxidativos.

7 – DHA:

Um ácido graxo ômega-3 presente na retina dos seus olhos, e que dá o suporte estrutural às membranas celulares que protegem a retina.

8 – Anthocianidina:

São flavonóides antioxidantes, encontrados nos mirtilos, berinjela, repolho vermelho, alface vermelha, rabanete vermelho e ameixas.

9 – Vitamina D:

quando a maioria das pessoas pensa em nutrientes e saúde ocular, eles imediatamente pensam “vitamina A ou beta-caroteno”. No entanto, novas evidências sugerem que a vitamina D pode ser mais crucial. Nova pesquisa do Instituto de Oftalmologia no University College London revelou benefícios notáveis para o olho, e segundo um estudo de suplementação de vitamina D3 em ratos mais velhos, durante 6 semanas, observou-se:

  • Melhor visão
  • Reduções da inflamação da retina e níveis de acumulação de beta amiloide, que é uma característica do envelhecimento
  • Reduções significativas no número de macrófagos retinianos e mudanças marcantes na sua morfologia (os macrófagos são células imunes que podem causar danos inflamatórios

10 – Mutivitamínico: 

Complexo antioxidante que tem ação sinérgica entre vitaminas e minerais, garantindo maior proteção à retina, segundo estudos.

Agora, está em suas mãos! Converse com seu médico e trate de tomar algumas medidas para proteger os seus olhos contra as cataratas. Só depende de você!

Referências bibliográficas:

  • American Optometric Association, Vitamin C
  • Nutr Rev. 2014 Jan;72(1):30-47
  • J. Agric. Food Chem., 2006, 54 (11), pp 4069–4075
  • Ophthalmology March 23, 2016
  • Am J ClinNutr. 2010 Feb;91(2):487-93.
  • Biochemical and Biophysical Research Communications, Feb 2008;355(4):892-7
Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER