Alimentação

Carne vermelha, o grande segredo dos campeões

O grande segredo dos campeões!

Nos últimos 25 anos, milhões de pessoas, inclusive atletas de resistência, foram levados a acreditar que a alimentação ideal deveria ser à base de carboidratos, com pouca gordura e relativamente pouca proteína. Algumas se tornaram vegetarianas, outras passaram a buscar proteínas em alimentos com pouca gordura como clara de ovo, frango, peito de peru e peixes magros. Carne vermelha, jamais! Atletas, em especial, provavelmente se convenceram que consumir um bife era mais perigoso do que usar anabolizante.

A verdade é que tornou-se muito difícil manter a musculatura em forma apoiando-se nessa dieta. Com a ingestão cada vez menor de proteínas, o consumo de drogas químicas por bodybuilders cresceu dramaticamente. O uso de esteróides aumenta a síntese protéica, entre outros efeitos, e ajuda a converter alimentos protéicos em músculos. A pouca proteína ingerida é assim utilizada ao máximo. Mesmo pessoas comuns, não atletas, passaram a ter dificuldades em manter o peso com a alimentação rica em carboidratos, pobre em gorduras e proteínas.

Com a obediência às recomendações da ciência alimentar, a obesidade cresceu, continua a crescer e desencadeou a epidemia de obesidade que enfrentamos hoje, doenças cardiovasculares e diabetes. O corpo em construção Se você faz parte da turma que privilegia o carboidrato e acha que carne vermelha coloca a saúde em risco, é hora de rever suas convicções. Sobretudo se pretende bons resultados na malhação mas enfrenta dificuldades para criar massa muscular, aumentar força e usa drogas químicas para atingir seus objetivos. Carne vermelha não faz mal à saúde e, definitivamente é o alimento dos campeões!

-Carne é muito rica em proteínas. Também oferece ótimos teores de fosfato e aminoácidos que não se encontram em proteínas vegetais. Os vegetarianos me desculpem, mas proteína vegetal não basta para aumentar a força e manter boa performance muscular.

-Carne vermelha é rica em mioglobulina, que promove o transporte de oxigênio para as células musculares. Permite exercícios mais intensos, dá maior clareza mental e sensação de bem-estar, pois também atua como antidepressivo. Mioglobulina permite que bodybuilders competitivos mantenham músculos bem trabalhados, definidos e volumosos.

-Encontra-se na carne ácido linoléico conjugado, conhecido como CLA, que ajuda a perder peso, promove a queima de gordura e ainda aumenta as defesas do corpo contra o câncer. -Carne é rica em creatina. Este composto nitrogenado ajuda a restaurar ATP (adenosina trifosfato) após o esforço muscular. Sem ATP, bastam algumas repetições de exercícios para sentir falta de energia.

-O uso de suplementos de creatina tem aumentado muito. Mas para atingir níveis adequados no sangue e nos tecidos seu consumo deve ser de 30g/dia. Os efeitos colaterais costumam ser diarréia e problemas digestivos. Para alcançar esse teor sem maiores transtornos, sugiro combinar suplementos com o consumo de carne, a melhor fonte de creatina à nossa disposição.

-Carne vermelha é superior a frango e peixe como alimento antidepressivo, devido à alta concentração de fenilalanina que apresenta. Este aminoácido ainda reduz o apetite, diminuindo a necessidade do bodybuilder por alimento.

-Como ajuda a manter a glicemia mais estável, o consumo de carne vermelha diminui alterações de humor, compulsão alimentar e ajuda a combater a resistência à insulina. É ótima na prevenção e no tratamento do diabetes.

Contraindicações

À pessoas que retêm mais ferro do que deveriam, sugiro diminuir ou evitar o consumo de carne vermelha, rica nesse mineral. Deve tomar o mesmo cuidado quem sofre de câncer de próstata, pois a carne estimula a produção de testosterona, o que não é recomendável.

DE OLHO NA DIETA

-Não importa quanto você consome de carboidrato. O corpo só pode estocar cerca de 2.000 calorias como glicogênio Em treino intenso, um atleta de alto nível queimará essa quantia em cerca de 2 a 3 h.

-Nossa capacidade de estocar gordura, no entanto, é quase inesgotável. Mesmo os magros armazenam cerca de 50.000 calorias em gordura corporal.

-Quanto menos carboidrato se consome, mais se estimula o corpo a usar gordura como energia. Isso vale para atletas e não atletas. Portanto, coma gordura para queimar gordura. Mas lembre que há boas e más gorduras. Evite as hidrogenadas.

-Sem o consumo de carne vermelha diminuem as chances de criar o máximo de músculos em tamanho e força. Carne é uma construtora de músculos. Seu consumo só traz vantagens para qualquer bodybuilder.

Previous ArticleNext Article
Médico, Cirurgião Vascular especializado em medicina preventiva e alta performance. Possui vários artigos publicados em revistas médicas, além de 8 livros com temas relacionados à nutrição, medicina preventiva e esportiva. (CRM 47078)

1 Comment

Deixe uma resposta para Cristiane Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É grátis)!

QUERO RECEBER

Acabei de escrever uma nova Dica! Quer Receber?

Junte-se aos mais de 223 mil leitores inteligentes que recebem dicas exclusivas sobre Saúde, Alimentação e Bem-estar e conquiste uma super saúde (É gratis)!
QUERO RECEBER